Gaviões protesta contra Máfia da Merenda no Vale do Anhangabaú

Maior torcida organizada corintiana toma centro da capital para se manifestar contra Globo, FPF e Máfia da Merenda

(foto: Marcos Estrella)

A Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do Corinthians, fez um grande protesto no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, na noite de sexta-feira (15). Os principais alvos do ato foram a Rede Globo, a Federação Paulista de Futebol (FPF) e, principalmente, os integrantes da Máfia da Merenda, escândalo de desvio de dinheiro que seria destinado à compra de merendas escolares realizado por políticos ligados ao governo paulista, do governador Geraldo Alckmin.

Gaviões

(foto: Marcos Estrella)

 

“Eu não roubo merenda / Eu não sou deputado / Trabalho todo dia / Não roubo meu estado” foi um dos cânticos mais entoados pelos corintianos. As torcidas Camisa 12 e Pavilhão 9 também se uniram à manifestação.

Gaviões5

(foto: Victor Moriyama)

 

Um dia antes do protesto, a polícia invadiu a sede da Gaviões com a presença de Alexandre Moraes, secretário de segurança pública do estado de São Paulo. A atitude foi considerada uma maneira de coagir os torcedores, que há mais de um mês protestam contra a Máfia da Merenda e exigem punição ao presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), o deputado estadual Fernando Capez (PSDB), um dos acusados no escândalo.

De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo deste sábado (16), três delegados e outras duas pessoas que participaram da ação que invadiu e prendeu integrantes da Gaviões afirmaram que a atitude teve cunho político. Segundo elas, a operação também serviu para dar mais visibilidade a Alexandre de Moraes.

As pessoas ouvidas pela Folha afirmaram que não se recordam de outra operação recente que tenha tido tamanha interferência da Secretaria de Segurança.

Outros protestos
A Gaviões também protestou contra a Máfia da Merenda no fim de março, na Alesp. Os integrantes levaram faixas e cantaram contra Fernando Capez. Quando exercia a função de promotor, Capez tentou por diversas vezes fechar a Gaviões e outras organizadas da cidade.

PINT6104

(foto: Paulo Pinto / Agência PT)

Na último dia 5, foi a vez da Democracia Corintiana se unir, dessa vez contra o golpe à presidenta Dilma Rousseff. O debate aberto na USP reuniu figuras históricas do movimento democrático corintiano dos anos 80, como o ex-jogador Wladimir, o ex-diretor de futebol Adilson Monteiro Alves e o jornalista Juca Kfouri.

Por Bruno Hoffmann, da Agência PT de Notícias

Tópicos:

LEIA TAMBÉM:

Mais notícias

PT Cast