Área PT

Jilmar Tatto

Político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – USP. Foi Deputado Federal, Deputado Estadual e Secretário de Transporte do município de São Paulo.

  • A postura de Bruno Covas (PSDB) destoou da que manteve nos 59 dias de campanha, durante entrevista à CBN, na terça-feira, registrou a Folha de S. Paulo. A mudança é motivada pela irritação com a exploração mais acentuada de dois temas indigestos ao candidato do PSDB. A aliança do atual governador João Dória com Bolsonaro nas eleições de 2018 e as acusações que pesam contra seu vice
  • “Não existe democracia quando há um abismo social e um racismo estrutural”, afirmou o candidato do PSOL em evento realizado em São Paulo, nesta sexta-feira. O ato contou com a participação de representantes do PT, PDT, PSB, Rede e PCdoB, além dos representantes da coligação da candidatura psolista formada por PCB e UP. “Essa mesa é o caminho da vitória”, afirmou Jilmar Tatto, candidato do Partido dos Trabalhadores no primeiro turno da eleição
  • Na construção da unidade das esquerdas contra os conservadores, partido fecha alianças com PDT, em Fortaleza, e PSOL, em São Paulo. Para garantir o avanço dos progressistas, o que importa agora é impedir agenda de destruição do Estado e dos empregos. Lula e Dilma elogiam apoio a Boulos e Erundina, e a Sarto Nogueira, no Ceará. PT disputa em 15 cidades e tem dois vices no 2º turno, com Manuela D’Ávila, do PCdoB, em Porto Alegre; e Edmilson Rodrigues, do PSOL, em Belém
  • Petista participa de concentração e caminhada pelo centro de São Paulo, além de carreatas pelas ruas da cidade ao lado do candidato do PSOL no segundo turno. “Nós temos todas as condições de ganhar esta eleição e o Boulos ser o nosso prefeito da cidade de São Paulo, que está carente. Precisamos devolver tudo aquilo que tiraram do povo na cidade e derrotar o PSDB”, afirma Tatto.
  • Diretório do PT em São Paulo reuniu-se com coordenação de campanha de Guilherme Boulos para formalizar apoio do partido à candidatura do psolista à Prefeitura. Aliança será detalhada em coletiva na tarde desta terça-feira (17), em São Paulo. “Todos os eleitores e eleitoras que votam no PT, todos os eleitores que são de esquerda, todos os eleitores progressistas, todos que querem restabelecer a democracia no Brasil, tem agora o compromisso histórico de votar no companheiro Guilherme Boulos para prefeito de São Paulo”, conclama o ex-presidente Lula
  • “A partir 15h30, vamos mostrar que petista não se curva aos ataques; petista não sucumbe ao que dizem as pesquisas”, convoca a campanha do candidato da estrela à Prefeitura de São Paulo. “Quero pedir para você, que acredita no 13 e em nossas propostas, que mantenha a confiança. No domingo, acorde, pense em qual partido fez mais pelo Brasil e pela nossa cidade. Pense no PT”, convocou Jilmar Tatto
  • A cada ‘live’ ou aceno do presidente, candidatos do campo bolsonarista afundam nas pesquisas e perdem tração, na reta final das eleições municipais. Em seis capitais, o líder da extrema-direita transformou a indicação num problema político, ampliando o repúdio dos eleitores ao governo federal. Enquanto isso, o PT segue avançando, consolidando-se como a maior força da oposição no país, mostrando competitividade e força
  • Em debate no ‘Estadão’, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo voltou a defender combate à pobreza como o principal foco de sua gestão. “Covas e Russomano são os candidatos dos ricos”, afirmou Jilmar Tatto. “O PT é um partido de chegada. Foi assim quando a Erundina ganhou, quando a Marta ganhou, quando o Haddad ganhou. Portanto, é ir para rua e pedir voto para o 13″, conclamou