Artigos

  • “Estas eleições servem para apontar para as próximas eleições presidenciais, em que a polarização entre o governo e o PT se projeta como a perspectiva mais provável para a nova disputa presidencial”, analisa o sociólogo Emir Sader
  • Ex-prefeito de Porto Alegre, o petista Raul Pont abre o debate para a construção de uma grande frente partidária das esquerdas brasileiras, a exemplo de outras experiências construídas na América Latina. “Qual o Estado que queremos? Como superar o sistema eleitoral (corruptor, anacrônico e antidemocrático) e o atual bicameralismo (caríssimo, burocratizado, com duplicidade de competências e com proporcionalidade fraudada) que sofremos?”, indaga.
  • Em artigo, presidente da Fundação Perseu Abramo lembra que Fundo foi criado nos governos do PT para financiar, principalmente, a educação no país. “Mais do que um retrocesso brutal, a extinção do Fundo Social do Pré-Sal significa uma agressão contra as gerações futuras”, argumenta Aloizio Mercadante
  • “No dia 20 de novembro, celebramos a Consciência Negra, data de resistência e de conscientização para a população brasileira sobre o processo de colonização do país, da escravidão e dos seus reflexos. A data veio para fortalecer em nossas memórias esse período secular tão nefasto, que não podemos esquecer e jamais repetir”, afirma o senador Paulo Paim, presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado
  • Ex-ministro diz que desvio de recursos pelo governo para atender obras eleitorais é ruim para o país. “Bolsonaro escolhei a educação como vítima preferencial de sua política de desmonte e arrocho fiscal”, denuncia o presidente da Fundação Perseu Abramo. MEC perdeu R$ 1,4 bilhão do orçamento para os ministérios da Infraestrutura e do Desenvolvimento Regional. “MEC é um navio à deriva, sem rumo, sem planejamento”, lamenta
  • Em artigo, o ex-prefeito de São Paulo critica Paulo Guedes e sua agenda neoliberal. “A julgar pelos até aqui tímidos resultados da agenda estatal em defesa da concorrência bancária, a atuação daquela honrada casa de lobby vem dando certo”, aponta. “O spread bancário, que espolia empreendedores e consumidores, continua sendo entre nós um dos mais altos do mundo, apesar das inúmeras medidas tópicas que vem sendo tomadas”
  • Presidente da Fundação Perseu Abramo, Aloizio Mercadante critica em artigo a decisão de Bolsonaro de instituir uma “nova” Política Nacional de Educação Especial. “Ao incentivar a criação de turmas e escolas especializadas, que atendem apenas estudantes com deficiência, Bolsonaro desrespeita compromissos já assumidos pelo Estado”, ressalta
  • Em artigo, o jornalista fundador do site ‘Ópera Mundi’ lembra que, nos últimos cem anos, a esquerda só produziu três grandes líderes políticos com influência e protagonismo: Prestes, Brizola e Lula, e só o petista chegou à Presidência. “A burguesia o ataca com tamanha intensidade exatamente pela esperança que representa junto à classe trabalhadora. Porque ele continua a expressar o caminho mais visível para os pobres da cidade e do campo se imporem sobre os interesses oligárquicos”, aponta