Área PT
Posts arquivados em

Pandemia

  • Desde 9 de março, quando mencionou a pandemia do coronavírus pela primeira vez, Bolsonaro agride a lógica e o bom senso, ataca aliados e autoridades de saúde e é acusado de pôr em risco a vida de milhões de pessoas com gestos, atos e falas
  • Medida histórica tomada pelos governadores nordestinos abre espaço para estudantes, médicos formados no exterior e voluntários atuarem no combate à pandemia. “Para 15 mil médicos brasileiros e estrangeiros que estão no Brasil sem poder praticar a medicina, nós estamos oferecendo, em cada estado do Nordeste, a possibilidade de eles fazerem um processo rigoroso de revalidação do seu diploma em seis meses”, diz Nicolélis
  • Ex-ministro da Saúde alerta na reunião do Diretório Nacional do PT que situação epidemiológica atual é grave, o relaxamento do isolamento social vai levar ao aumento do contágio e que as  perspectivas de saída da crise estão distantes. José Gomes Temporão reforça que o confinamento é necessário e adverte que o vírus não é democrático: vai afetar os mais frágeis, que vivem nas periferias
  • Em resposta a declarações desumanas, ex-presidente acusa Bolsonaro: “Não cuida da pandemia, da economia, nem do povo”. Petista defende mudança imediata de governo. Presidenta do PT e bancada no Senado também reagem ao “E daí?” de Bolsonaro, que desdenhou do povo ao ser indagado sobre os 5 mil mortos
  • Presidente da República ignora tragédia que se abate sobre milhares de famílias, enquanto ministro da Saúde anuncia em coletiva, conformado, o agravamento da situação, sem sequer recomendar à população que permaneça em casa. Governo não tem plano para minimizar a pandemia
  • Bolsonaro queria pagar auxílio de apenas R$ 200,00, mas foi obrigado a aumentar o valor por pressão do PT e da Oposição. Agora, resiste para efetuar o pagamento de acordo com a urgência e a necessidade das pessoas. Atraso empurra a população para correr risco de contaminação e morte nas filas
  • Ex-ministra do Desenvolvimento Social no governo Dilma, a economista denuncia, durante debate com o líder comunitário Claudinho Silva, a convite do Instituto Lula, que o governo Bolsonaro só tem olhos para o sistema financeiro e os ricos. “O governo não está ajudando essas três frentes: o informal, o assalariado que está sendo jogado no desemprego – que só cresce –, e o micro e pequeno empresário”, adverte