Resultados da busca por: Teto de gastos

Oposição e movimentos populares ampliam mobilização por vacina, auxílio e impeachment

Evento virtual que reuniu mais de 400 militantes de organizações sociais, partidárias e sindicais também deliberou ações pelo enfrentamento da crise sanitária com vacinação em massa, fortalecimento do SUS e medidas de distanciamento social e também da crise econômica, com a retomada do auxílio emergencial, defesa do Programa de Proteção ao Emprego, luta contra o Teto dos gatos e contra a Reforma administrativa.

Oposição e movimentos populares ampliam mobilização por vacina, auxílio e impeachment

Previsão do PIB recua e crise impõe retorno do auxílio emergencial

Economistas estimam uma queda do Produto Interno Bruto que deverá ficar entre 2 a 3%, enquanto a renda das famílias deverá sofrer uma grande queda no primeiro trimestre deste ano em comparação ao último trimestre de 2020. A baixa atividade econômica agravada pela falta de vacinação, além do desemprego em massa, impõem medidas como o retorno do pagamento do auxílio, cortado pelo governo Bolsonaro em dezembro

Previsão do PIB recua e crise impõe retorno do auxílio emergencial

Arrancada para o impeachment terá carreatas em todas as regiões do país

Mobilização nacional começa neste sábado (23) com frentes populares, partidos de oposição, sindicalistas e representantes de movimentos sociais. Entre as bandeiras de luta, além do impedimento de Jair Bolsonaro, o enfrentamento da crise sanitária com vacinação para toda a população e o fortalecimento do SUS. A retomada do auxilio emergencial e a proteção ao emprego, bem como a luta contra o teto de gastos e a reforma administrativa também são alvos da campanha. A organização alerta para a necessidade de protestar com segurança, respeitando os protocolos sanitários

Arrancada para o impeachment terá carreatas em todas as regiões do país

Gleisi: Ainda há tempo para evitar o caos sanitário e social em 2021

Em artigo, a deputada federal (PR) e presidenta da PT, Gleisi Hoffmann, alerta que “o liberalismo primitivo do governo vislumbra uma sociedade regida pelo individualismo selvagem em que cada um é responsável por si e não há instituições de garantia de direitos. “É fundamental que o Congresso Nacional discuta novo arcabouço fiscal, em linha com a experiência internacional”, defende Gleisi, advertindo que o cenário econômico e social no País “tende a se tornar ainda mais grave” no próximo ano.

Gleisi: Ainda há tempo para evitar o caos sanitário e social em 2021

PT Cast