Área PT

Candidaturas

Adélia

13066

São Paulo

Alessandra Shimomoto

13570

São Paulo

Alessandra Shimomoto é jovem, natural do bairro da Mooca, em São Paulo, mas atualmente mora em Mogi das Cruzes. De origem humilde e criada por mãe solo, aprendeu desde cedo a lutar pelos seus objetivos. É jornalista e pós–graduada em marketing e comunicação eleitoral e política. Alessandra começou sua militância aos 14 anos, por influência de sua mãe, que sempre foi engajada nas causas sociais e na luta pela dignidade da população. Em Mogi das Cruzes,a gestão tucana é marcada pelo desprezo às necessidades de quem mais precisa. A população dos bairros mais afastados sofre, principalmente, com a falta saneamento básico e alto déficit habitacional. A intenção de Alessandra é mudar esta situação e, por isso, colocou seu nome a disposição do PT, como pré-candidata a deputada estadual. Pois seu objetivo é a defesa das minorias, das mulheres, dos deficientes físicos, dos LGBTs, mais qualidade na educação e moradia digna suas prioridades.

Alice Oliveira

13456

Ceará

A candidatura de Alice Oliveira é pautada, especialmente, pela luta LGBT e das mulheres indígenas.

Amália Santana

13613

Tocantins

Goiana, nascida em Itaberaí, mudou para Colinas do Tocantins com sua família ainda em seus primeiros dias de vida, em 1972. É formada em Letras pela Faculdade de Ensino Superior de Colinas do Tocantins (Fiesc). Sua atuação como Técnica de Enfermagem no serviço público foi que a transformou em uma militante, que tem entre suas bandeiras a defesa das classes menos favorecidas e a luta pelos direitos dos servidores públicos. Sempre engajada, Amália acostumou-se a amparar as classes necessitadas. Sua sensibilidade e sua atuação junto à comunidade fez com que ela fosse considerada uma das parlamentares mais bem avaliadas da Assembleia Legislativa. Amália Santana está em seu segundo mandato. É casada e tem três filhos.

Amanda Albrecht

13999

Mato Grosso do Sul

Assistente social, militante de direitos humanos, filiada no PT desde da década de 1990, trabalho com pessoas em situação de vulnerabilidade social, represento a mudança e as mulheres na política.

Ana Claudia

13456

Amazonas

Ana Claudia Chaves Bandeira de Melo é amazonense, empreendedora, mãe de duas meninas, casada, bacharel em Ciências Sociais pela UFAM, filiada ao PT desde 2003. Iniciou seu engajamento social por meio do movimento estudantil, do desenvolvimento de pesquisas e participação em projetos de extensão universitária junto a comunidades ribeirinhas. Atuou voluntariamente em organizações indígenas do Amazonas, com projetos de valorização cultural, geração de renda e de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes. Fez parte da Secretaria de Direitos Humanos de Manaus e da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) em Brasília, onde desenvolveu ações internacionais de pactuação de marcos legais em prol dos Direitos Territoriais indígenas dos países da Bacia Amazônica.

Ana Lídia

13003

São Paulo

Ana Maria

13300

Goiás

Militante de movimentos sociais em favor do meio ambiente e turismo sustentável. Acredita que a redução da jornada de trabalho irá trazer mais qualidade de vida para as trabalhadoras e trabalhadores. Junta-se aos esforços para reduzir a pobreza. A meta é trabalhar com amor, transparência e dignidade para melhor qualidade de vida de todas e todos. Ana Maria também canta, toca violão e é compositora.

Ana Pereira

13213

Alagoas

Sou Ana Pereira, assistente social e mestra em sociologia. Filiada ao PT desde 2000, milito junto aos movimentos sociais há 30 anos, tendo presidido, entre 2015 e 2018, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Alagoas. É pela vida das mulheres que aceitamos o desafio de disputar espaços de decisão na condição de Deputada Estadual, numa pré-candidatura coletiva e vinda da periferia.

Angela Spineli

13770

São Paulo

Arlete Canarinha

13040

Santa Catarina

Aurora Coelho

13713

Santa Catarina

Nascida no interior de Santa Catarina, professora da rede pública, casada com ex-prefeito Tomio, participa desde jovem da política e movimentos sociais, reside em Indaial há mais de 20 anos. Vereadora no seu segundo mandato e tem formação em Letras pela FURB e pós-graduada na UFSC. Autora de vários projetos com destaque para a Lei 4924/13 sobre a TRANSPARÊNCIA no município, que exige a divulgação da lista de espera por vagas nas creches, fila de exames, obras entre outras. Foi coordenadora do EJA – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS e ajudou muitas famílias a mudarem suas histórias através da inclusão. Como vereadora, já fez mais de 300 indicações sugerindo MELHORIAS em Indaial e mais de 350 requerimentos solicitando informações, cumprindo seu papel fiscalizador.

Beane Gomes

13131

Amapá

Professora da rede municipal de ensino, pedagoga, feminista, atual secretária estadual de Mulheres do PT Amapá, coordenadora estadual da Marcha Mundial de Mulheres no estado. Militante há 27 anos no partido, atualmente faz parte da Executiva Estadual do PT. É atuante nos movimentos sociais e tem como principal bandeira de lutas a defesa dos direitos das mulheres.

Bel Sá

13124

São Paulo

Beth Sahão

13456

São Paulo

Disposição para lutar por um mundo mais justo e com oportunidades para todos. Estas palavras resumem a trajetória de Beth Sahão. Formada em psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e mestre em sociologia pela Unesp, ela começou a participar muito cedo da política, tendo feito parte da direção do Diretório Acadêmico da faculdade. Foi secretária de Governo da Prefeitura de Catanduva, de 1997 a 2002, ano em que se tornou a primeira mulher da história do Noroeste Paulista a assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo. No parlamento, ocupou importantes cargos, como a liderança da Oposição, a presidência da Comissão de Educação e Cultura e a vice-presidência da de Direitos Humanos. Atualmente, é líder da Bancada do PT na Alesp, denunciando e investigando os desvios e irregularidades do governo tucano. Seu mandato é comprometido com a defesa dos direitos das mulheres, idosos, crianças e adolescentes, dos trabalhadores e das pessoas com deficiência. Também trabalha pela redução das desigualdades regionais no Estado, tendo destinado centenas de repasses para os municípios do Interior, que ajudam a levar desenvolvimento e qualidade de vida para a população.

Bruna Barbieri

13181

Espírito Santo

Cacica Alvanira

13555

Amazonas

Eleita duas vezes cacica geral dos Povos Indígenas do município de Novo Airão e presidenta do Instituto Indígena Maku-Itá, Alvanira Soares é uma mulher guerreira. Como militante de movimento social, ela enfatiza sua luta pela garantia de direitos aos menos favorecidos, especialmente para os povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos. Habitação, política de educação diferenciada e de qualidade para os indígenas, bem como a o acesso a documentos de identificação para esta parcela da população estão entre as suas bandeiras de luta, com vistas para a garantia de direitos sociais a esses povos e o reconhecimentos dos mesmos como cidadãos brasileiros.

Carla Ayres

13044

Santa Catarina

Carla Ayres, 30 anos, jovem, lésbica Feminista. Doutora em ciências sociais, ativista dos direitos humanos, dos direitos das mulheres e população LGBT.

Cássia Gonçalves

13913

São Paulo

Chica do PT

13467

Bahia

Professora leiga, ensino médio completo e presidente do Movimento de Mulheres de Carinhanha. Já integrou a direção do Partido dos Trabalhadores e, atualmente, é candidata a deputada estadual pelo PT. Filiada desde 1989, Chica do PT possui 28 anos de trajetória política dentro do partido. Foi prefeita duas vezes e, após 8 anos de mandato, fez o seu sucessor.

Cida Ramos

13515

Mato Grosso do Sul

Clarice do Povo

13456

Mato Grosso do Sul

Claudete Costa

13772

Rio de Janeiro

Claudete Costa é paulista, veio para o Rio de Janeiro aos 8 anos e foi parar na rua, onde morou por 2 anos, por causa da separação de seus pais. Foi pedinte, camelô e hoje é recicladora, profissão que exerce há 28 anos. Sobrevivente da chacina da Candelária, Claudete é mãe de 3 filhos. Perdeu um atropelado, aos 7 anos de idade. Luta por políticas públicas e garantia de direitos para as pessoas em situação de rua. É representante estadual e nacional dos catadores e catadoras de material reciclável do RJ.

Claudinha do Agrario

13130

Rondônia

Cleudiane Pereira Cardoso

13789

Tocantins

Cleudiane nasceu no Maranhão, em São Pedro da Água Branca, e mudou-se para Palmas com a mãe adotiva quando ainda era bebê. Desde então, reside na cidade de Augustinópolis. É solteira e formada em Técnica de Enfermagem. Entrou na política para defender o espaço das mulheres. Para ela, as mulheres têm direitos iguais e pode ocupar qualquer espaço na sociedade. Sonha com uma educação melhor para os jovens que não têm oportunidade de estudar. Cleudiane é forte e quer representar todas as outras mulheres.

Creuzamar

13000

Maranhão

Cris de Bacabal

13611

Maranhão

Cristiane Sales

13131

Amazonas

Sou mulher negra, nascida em Manaus, moradora do bairro Santa Etelvina há muitos anos. Atuante no Movimento de Moradia, fui eleita coordenadora em todas suas instâncias, municipal, estadual e nacionalmente, representando o seguimento no Ministério Nacional das Cidades. Passei por diversas situações em minha vida, de vendedora de rua à professora. Tive oportunidade de ingressar em uma universidade pública, e hoje sou formada em pedagogia. Estou candidata a Deputada Estadual para defender as políticas públicas para as minorias do estado do Amazonas e os interesses da nossa nação. Que o mais simples seja o mais lembrado!

Cristina Costa

13688

Pernambuco

Mulher negra, professora da rede pública de ensino, militante sindical, feminista, vereadora de Petrolina em meu terceiro mandato. Me lanço a um novo desafio porque sou uma mulher de coragem. Estou nessa caminhada para atender a um chamado do Partido dos Trabalhadores. Com três mandatos como vereadora de Petrolina, aprendo a cada dia a enxergar necessidades que não estão apenas na instância municipal. Como parlamentar no Estado, levarei comigo a experiência de uma vida como sindicalista, militante de esquerda e defensora dos direitos de professores e professoras da rede pública de ensino, porque o SINTEPE sempre foi a minha casa. Tenho orgulho de fazer parte dessa história de luta de companheiros e companheiras da educação, a exemplo da eterna deputada Isabel Cristina. É dela o legado que carrego comigo desde o início da minha vida pública

Adriana Accorsi tem uma história de envolvimento com trabalhos em favor da segurança pública, da defesa dos direitos da criança e do adolescente, da mulher, do jovem, dos idosos, dos negros, dos portadores de necessidades especiais e da educação voltada para a ética e a cidadania. Adriana Accorsi também participa de ações que defendem os direitos do público LGBTT.

Denise Pessôa

13678

Rio Grande do Sul

Denise Pessôa é servidora pública municipal, arquiteta e urbanista, feminista, mãe, eleita vereadora pelo terceiro mandato na Cidade de Caxias do Sul, pelo PT. Atuou no movimento estudantil, na pastoral da juventude e também foi assessora da Deputada Estadual Marisa Formolo nos temas de juventude e mulheres. Atualmente é Procuradora Especial da Mulher, Presidenta da Comissão de Direitos Humanos Cidadania e Segurança e da Subcomissão Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, foi eleita a parlamentar mais atuantes em 2017 pelo Instituto Tiradentes. Tem seu trabalho voltado para o direito à cidade e direitos humanos.

Dieni Berté

13100

Rio Grande do Sul

Dianifer Berté Schwendler é natural de Venâncio Aires, onde começou a sua trajetória política aos 13 anos na Pastoral da Juventude. Filiada ao PT desde os 16 anos de idade, é assistente social e tem como principais bandeiras de luta a defesa dos direitos humanos, da democracia e das mulheres, para a construção de uma sociedade mais justa, democrática e igualitária.

Dilvanda Faro

13011

Pará

Divonete Costa

13121

Mato Grosso do Sul

Djenane

13300

Alagoas

Pedagoga e especialista em Gestão de Projetos, Djenane Costa é funcionária pública na cidade de São Sebastião, atualmente está licenciada e atuando como assessora pedagógica do curso de medicina da UNIT. Lotada na Assistência Social do município, tem sua militância voltada ao povo e aos projetos sociais. Como funcionária pública já integrou o Conselho Municipal de Assistência Social, da cidade São Sebastião. Tem como bandeira principal de atuação a Educação, Meio Ambiente, Direitos Humanos e Direito da Mulher.

Dra. Alaerte Martins

13513

Paraná

Dra. Rosângela

13233

Rio Grande do Sul

Sou médica, vereadora em Charqueadas/RS, mãe de duas filhas lindas e inteligentes, e candidata a deputada estadual pelo PT no RS. Me especializei em medicina da família e atendo na Região Carbonífera. Nestes 20 anos de profissão, aprendi que sempre é possível agir para melhorar a vida das pessoas. Esse foi o compromisso que assumi quando abracei a profissão e mantive nos três mandatos na Câmara de Vereadores do município.

Dra. Thereza Cardoso

13130

Pernambuco

Dulcicleide Amorim

13444

Pernambuco

Tenho forte desejo de mudança e de contribuição para o desenvolvimento do meu estado, buscando sempre fazer um lugar melhor para a atual e futuras gerações. Como parlamentar, pretendo defender políticas públicas que garantam para todas as famílias o acesso à saúde e à educação de qualidade, além de fortalecer a luta e o empoderamento da mulher, assegurando-lhe a presença em espaços e cargos de poder e de trabalho, com respeito à sua autonomia e liberdade de escolhas.

Dyanne Barros

13100

Pernambuco

Comecei minha construção no movimento de juventude e entrei no movimento estudantil, onde fui presidente do Diretório Acadêmico de Economia da UNICAP, Coordenadora Geral da UEP e atualmente estou diretora de Assistência Estudantil da UNE. Saio candidata porque eu acredito que a juventude precisa ocupar os espaços de poder e ter a ousadia de ir disputar as bases no atual cenário político, com tantos retrocessos nos direitos do povo. O PT tem um grande déficit em votos de juventude, e o principal e maior dos objetivos é reconquistar esses votos e o diálogo para mostrar que a juventude faz parte de todo o legado dos governos Lula e Dilma. As bandeiras que a gente defende visa priorizar as mulheres tanto em representatividade, quanto em direitos. A juventude no acesso a educação e ao mercado de trabalho. Universalização da cultura, valorizando a cultura local. Uma saúde de qualidade que coloque a saúde mental como prioridade no cuidado para combate de novas doenças.

Edinalva Franco

13138

São Paulo

Edna Dantas

13133

Paraná

Edna Melo

13128

Amapá

Edna Melo é natural de Macapá. Há 24 anos atua como subtenente da Polícia Militar no município de Tartarugalzinho.

Elenita Martins

13249

São Paulo

Eliane Peixoto

13111

Amazonas

Sou filiada ao Partido dos Trabalhadores desde 2002, sendo candidata a vereadora em 2008 e em 2016 com expressiva votação, ficando na primeira suplência nos dois pleitos. Em 2017, fui eleita presidente do Partido dos Trabalhadores de Itacoatiara. Diante dos desafios atuais de renovação e resgate no cenário político, aceitei disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Amazonas com muita determinação e entusiasmo, por entender as necessidades que a política vive atualmente. Por ser de família humilde, mulher, jovem e do campo, entendo muito bem as dificuldades para vencer na vida. Por isso peço, a você eleitor, um voto de confiança para trabalhar com dignidade e coragem em prol de políticas públicas que venham melhorar a qualidade de vida da população Amazonense.

Elida Miranda

13500

Alagoas

Elida Miranda teve sua origem política nas lutas populares do Movimento Estudantil. Foi diretora da CUT, do Sindicato dos/as Jornalista/as de Alagoas e é ativista do movimento pela democratização da comunicação. No governo Dilma, foi representante regional da Fundação Palmares cuidando das comunidades quilombolas. Elida é feminista, defensora dos direitos humanos, da igualdade racial, da livre orientação sexual e do Estado laico. Levante sua voz!

Elika Takimoto

13021

Rio de Janeiro

Professora de Física do CEFET, mestre em História, doutora em Filosofia e escritora, fez de suas redes sociais uma verdadeira trincheira de resistência progressista. E, após o reconhecimento de sua luta pelo presidente Lula, colocou seu nome à disposição do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, para a disputa eleitoral que se aproxima.

Elineide Meireles

13369

Acre

Elineide Meireles é professora de história e advogada. Possui MBA em gerenciamento de projetos e é especialista em gestão pública. Eli, como também é conhecida, nasceu no seringal Três Corações, no território da Bolívia. Como os demais brasileiros nascidos nos seringais bolivianos, foi registrada em Brasiléia. Militante das causas sociais, fez teatro e é contadora de histórias. Sua carreira na gestão pública agrega experiências na Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) e no Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC). No governo estadual, ocupou ainda o cargo de diretora de Humanização da Gestão Pública, na Secretaria de Gestão Administrativa (SGA).

Elisa Costa

13680

Minas Gerais

Conto com o seu voto para continuarmos o nosso projeto de transformação social. Para continuar a defender os direitos humanos, as moradias populares, nosso Rio Doce e combater, através de leis, todo o tipo de violência, especialmente, contra a mulher e a comunidade LGBT.

Elzivone

13013

Ceará

Elzivone se propõe a lutar pelos direitos das mulheres, das crianças e por inclusão social.

Enfermeira Luzia

13500

São Paulo

Eni Fernandes

13688

São Paulo

Erica Souza

13088

Rio Grande do Sul

Erica Souza é mulher, jovem trabalhadora, licenciada em Matemática. Atualmente, moradora da cidade de Osório, no litoral norte. Erica luta por um Rio Grande mais justo e igualitário com garantia de direitos para os jovens, as mulheres e a comunidade LGBT.

Erika Loka

13131

Ceará

Juventude, mulheres e cultura.

Ester Quilombola

13788

Goiás

Esther Fernandes é Quilombola Kalunga, professora em Teresina de Goiás, onde foi vereadora por 4 mandatos. Participante ativa dos movimentos populares da região em que mora, tem uma luta reconhecida no nordeste goiano, em especial no Quilombo. É atuante no movimento anti-racismo.

Eutália

13013

Tocantins

Eutália Barbosa iniciou sua militância política ainda no movimento estudantil secundarista. Na universidade, foi coordenadora geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). Formada em Serviço Social e assistente social em atuação, foi Conselheira Nacional do Conselho Federal de Serviço Social e do Conselho Regional de Goiás. Foi eleita para a presidência do Conselho Regional de Serviço Social do Tocantins, estando agora licenciada. Eutália sempre construiu e esteve do lado daqueles que mais vivenciam a exploração e a opressão da injusta sociedade que vivemos. A luta das mulheres, o combate ao racismo e a LGBTfobia, os direitos humanos, a luta por moradia, por reforma agrária e urbana, por políticas sociais universais por uma educação pública gratuita, laica de qualidade social formam pautas essenciais da sua trajetória política.

Fátima Nunes

13567

Bahia

Eleita deputada estadual pela terceira vez, Fátima Nunes é uma mulher de garra, que luta pela qualidade de vida do povo baiano. O seu mandato é um instrumento de muitas batalhas e conquistas. Nesses quase quatro anos de trabalho, batalhou por mais saúde, educação, emprego, geração de renda, esporte, cultura e lazer na Bahia. Do sertão ao litoral, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, Fátima Nunes está sempre com o povo da Bahia.

Fátima Torres

13646

Amazonas

É professora e defensora dos direitos das mulheres. Iniciou sua vida pública na União dos Estudantes Secundaristas do Amazonas (UESA), reivindicando a meia passagem e mais verbas para a Educação. No decorrer dos anos, fundou Associações de bairros e associação de Mulheres, sempre alerta para os problemas sociais.

Feirante Negona

13888

Pará

Fernanda Santos

13700

São Paulo

Flora Izabel

13678

Piauí

Geisa Teixeira

13200

Minas Gerais

Geny Lemes da Silva

13654

Paraná

Gessimara

13334

Espírito Santo

Gilvânia Viana

13800

Bahia

Gilvânia Maria Viana Martins é natural de Recife -PE, médica e auditora fiscal do estado. Servidora pública há 40 anos, acumula a trajetória de 30 anos no sindicalismo. É fundadora e colaboradora de centros de desenvolvimento humano em Salvador (Síntese, Raiz, Lothlorien, Renascer e do Núcleo de Desenvolvimento do Ser Humano, na Sefaz-BA).

Glorya Ramos

13777

Rio de Janeiro

Glorya Ramos é professora adjunta da UERJ. Ex-aluna e ex-professora do Colégio Pedro II. Professora de Matemática, mestra em Educação, doutora em Educação Matemática. Secretária de Combate Racismo da CUT-Rio (licenciada) e ex-diretora do Sinpro-Rio. Exerce sua militância na educação, no combate ao racismo e promoção da igualdade racial. É Feminista e mulher de axé. Mãe de três filhos e tem um lindo neto.

Helena

13025

Rio Grande do Sul

Helena é professora do Ensino Fundamental na cidade de Rio Grande, litoral sul do Rio Grande do Sul. Nascida em dezembro de 1956, na cidade do Rio de Janeiro, tem vasta história na política brasileira e uruguaia, tendo como base o partido comunista. Foi exilada política. Desde o ano de 2001 é filiada ao Partido dos Trabalhadores. Helena é uma guerreira nata e acredita na democracia e está a frente da luta em defesa da soberania econômica e social. Além disso, tem como símbolo maior de sua candidatura a acessibilidade.

Hilda Furacão

13336

Ceará

Mulheres e desenvolvimento comunitário.

Iandecy Regadas

13234

Maranhão

Iracema Campos

13220

Paraná

Irmã Ceição

13100

Rio Grande do Norte

Irmã Ceição é natural de Mossoró, cidade na qual cresceu e se criou. Nasceu no bairro Bom Jardim e também viveu parte da vida na zona rural Sítio Alagoinha. É filha de uma mãe dona de casa e de um pai eletricista e tem 9 irmãos. Casada e mãe de três filhos, Irmã Ceição atualmente cursa direito. Ligada à comunidade evangélica de Mossoró, já atuou em diversos projetos sociais. Juntamente com o seu esposo, advogado, desenvolve uma parceria que auxilia pessoas de baixa renda que não têm o devido acesso à justiça a alcançarem a efetiva proteção jurisdicional. Defende várias pautas relativas ao povo potiguar, como legalização de imóveis/fundiária, qualidade da educação, dignidade da prestação de serviços da saúde pública, representação evangélica, combate à corrupção, combate aos preconceitos entre outros.

Isa Nascimento

13331

Amapá

Isabel Duarte

13345

Mato Grosso do Sul

Natural de Coronel Sapucaia/MS, região da fronteira com Paraguai, agricultora, representa as mulheres do campo.

Isabel Guimarães

13213

Bahia

Mulher, pesquisadora, servidora pública e feminista. Iniciou suas atividades no movimento estudantil aos 15 anos, no Grêmio da Escola Técnica Federal da Bahia. Formada em Medicina Veterinária pela UFBA, continua suas atividades políticas como membro do Centro Acadêmico da Faculdade. Doutora em Ciência da Saúde e especialista em Saúde Coletiva, suas principais bandeiras são: empoderamento integral da mulher, a defesa da saúde pública e a reforma urbana.

Isabel Nogueira

13123

Amapá

Isabel Nogueira tem 35 anos, é socióloga e filiada ao PT desde 1990. Foi candidata a prefeita de Santana/AP em 2016 e está na disputa deste ano para ser a primeira mulher petista a ocupar o cargo de deputada estadual na Assembleia Legislativa do Amapá.

Isolda Dantas

13123

Rio Grande do Norte

Isolda Dantas é vereadora pelo Partido dos Trabalhadores em Mossoró. Militante petista, dos movimentos sociais e feminista desde muito jovem. Socióloga de formação, atuou com mulheres rurais da região oeste potiguar e no Ministério do Desenvolvimento Agrário, nos governos de Lula e Dilma. Foi secretária de cultura em Mossoró e, em 2017, foi eleita a melhor e mais produtiva vereadora da cidade. Autora dos projetos de lei como “Semana da Consciência Negra”, “Dia Municipal em Defesa dos Direitos das Pessoas LGBTs” e Lei de apoio a artistas locais, além de outros.

Ivanete Santana

13005

Amazonas

Engenheira Florestal filiada ao Partido dos Trabalhadores desde 2010. É candidata a deputada estadual e deseja contribuir com a sociedade amazonense, principalmente com os menos favorecidos. Para isso, propõe unir esforços em prol da saúde pública de qualidade para o interior do estado, segurança, transporte, educação superior, emprego e renda para os amazonenses.

Ivone do PT

13567

Paraná

Iyá Sandrali

13737

Rio Grande do Sul

Íyá Sandrali de Campos Bueno, psicóloga, especialista em Criminologia, servidora pública e atualmente secretária executiva do Conselho do Povo de Terreiro do Estado do Rio Grande do Sul. Mulher negra, guerreira e ativista dos movimentos sociais.

Iya Wanda

13090

São Paulo

Jaciara

13300

Espírito Santo

Jeane Ribeiro

13222

Roraima

Jéssica Magno

13613

Paraná

Jo Araújo

13888

São Paulo

Jozy Lemos

13223

São Paulo

Jumeri Zanetti

13223

Santa Catarina

Jumeri Zanetti é natural do oeste de Santa Catarina. Ainda jovem cursou magistério e, posteriormente, Geografia na UFSC, onde também foi professora. Lecionou em diversas escolas das redes municipal e estadual e em unidades de ensino privadas. Em 2016 foi candidata a vereadora em São José pelo Partido dos Trabalhadores, num dos momentos mais críticos da política brasileira. Em 2011 foi eleita presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de São José (Sintram/SJ) e reeleita em 2013. Além da forte atuação sindical, Jumeri também tem entre suas pautas principais a defesa dos direitos trabalhistas e de gênero, e o fortalecimento do serviço público.

Katia Cilene

13135

Maranhão

Katia da Saúde

1366

Bahia

Enfermeira sanitarista e especialista em gestão pública e da saúde. É formada pela Universidade Católica de Salvador. Nascida em Jacobina (BA), iniciou sua atividade política ainda na faculdade, nos diretórios estudantis. Assim que se formou, tornou-se vereadora, sempre ativa como membro de conselhos municipais, entre ele eles, de Saúde e do Meio Ambiente. Também atuou em colegiados , como delegada em conferências de Saúde, da Mulher e da Vigilância em Saúde. Sua atuação política sempre foi pautada pela defesa da saúde pública, pelo fim da violência contra a mulher, pelo respeito, garantia e valorização dos trabalhadores e trabalhadoras da saúde.

 

Katia Setubal

13126

Amapá

Katia Setubal é filiada ao PT há 19 anos e integra o diretório estadual do partido no Amapá. Formada em pedagogia, administração e pós graduada em linguagem, atua como professora na rede de ensino. Katia tem 43 anos de idade, é casada e mãe de duas filhas.

Kedma Karen

13333

Goiás

Suas bandeiras são a defesa dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, defensora fervorosa de uma vida melhor para a juventude e a garantia de direitos, frente ao cenário de retrocessos que avançam sobre o país. Nesta nova jornada, as propostas são norteadas pela justiça e igualdade social para o bem viver da nossa gente!

Kota Cortez

13813

Mato Grosso

Leidi Plus

13578

São Paulo

Leila Galvão

13013

Acre

Por mais inclusão e acessibilidade e por uma voz que lute com firmeza e responsabilidade pelo direito dos que mais precisam.

Leninha

13456

Minas Gerais

Convido você a construir com a gente o nosso projeto de cidade, região e estado! Seguimos juntas e juntos pelo bem viver da nossa Minas Gerais!

Letícia Florêncio

13683

Rio de Janeiro

Ativista feminista, Letícia Florêncio vem agregar seu histórico de mulher propositiva e combativa a desenvolver um mandato popular e participativo. Consultora Ambiental, formada em ciências biológicas pela Unigranrio, estuda pedagogia na UFRRJ. Nascida e criada na Praça da Bandeira, periferia de São João de Meriti, desde jovem atua nos movimentos sociais e populares da Baixada Fluminense, com atenção especial às mulheres e à juventude. Letícia já foi secretária de Juventude do PT em São João de Meriti. Coordenou importantes programas na Baixada Fluminense como o Programa de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e o Projeto Iguaçu: Controle de Inundações e Recuperação Ambiental na Baixada Fluminense. Representa a sociedade civil nos Conselhos de Educação, Saúde e de política para mulheres em seu município.
Hoje, Letícia é pré-candidata a deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras.

Liana Cirne

13313

Pernambuco

Sou advogada, mestra e doutora em direito. Professora da Faculdade de Direito da UFPE. Fui advogada do Ocupe Estelita e dos Maracatuzeiros na luta contra censura da cultura popular. Sou defensora do carnaval de rua, atuei para derrubar os camarotes VIP do governo pagos com dinheiro público. Sou mãe do Pedro, feminista e colunista da Mídia Ninja, GGN e Revista Fórum. Quero contribuir para a renovação da política que tanto desejamos e para trazer a força das ruas para o mandato na Alepe. Como parlamentar, pretendo lutar para que as políticas estaduais de segurança pública priorizem a prevenção dos feminicídios, da violência doméstica e dos estupros, garantir a valorização e a preservação da nossa cultura popular, além de lutar por uma rede estadual de creches.

Lucia Camini

13613

Rio Grande do Sul

Lucia Camini é a 13ª filha de pais agricultores que criaram seus filhos no interior de Três Passos. Desde criança, aprendeu os desafios de viver no campo, e quando mudou a Porto Alegre para seguir lutando pela Educação no CPERS/Sindicato, aprendeu também como é difícil a vida de quem mora na cidade. Mas sempre teve a certeza de que é possível sim construir um Rio Grande melhor pela Educação e, como secretária de Educação do RS no governo Olívio Dutra, comprovou isso na prática. Agora, é candidata a deputada estadual para defender prioritariamente na Assembleia a transformação que o Rio Grande precisa partindo de uma Educação de qualidade.

Luciana Rafagnin

13233

Paraná

Luciane Carminatti

13601

Santa Catarina

Natural de Chapecó, oeste de Santa Catarina, Luciane Carminatti é professora e deputada estadual. No parlamento, abraça as lutas das mulheres catarinenses, em defesa da igualdade, autonomia e oportunidades, pelo fim da violência e por nenhum direito a menos. Autora da Lei do Segundo Professor, a professora Luciane leva da sala de aula a bandeira dos profissionais da educação por salários justos e condições dignas de trabalho. Leva a reivindicação dos estudantes por escolas de qualidade, mais bolsas de estudos e oportunidades de um futuro melhor. Defende a valorização da agricultura familiar e camponesa, com autonomia e renda, e mais investimentos para a assistência social, defensoria pública, economia solidária e a cultura catarinense. É defensora dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras do campo e da cidade.

Luzenira

13110

Paraíba

Macaé Evaristo

13130

Minas Gerais

Mestra, educadora, assistente social e colunista da Carta Educação. Agora é 13130 para levar Macaé, mulher negra de muita raça, que luta pela educação e direitos sociais à Assembleia de Minas. É, é, é Macaé!

Mada Calado

13311

Rio Grande do Norte

Nascida em Petrolina, Mada é filha de pai e mãe com atuação na política. É formada em Direito, foi secretária de Juventude de Natal (RN) em 2009, atuando na promoção de encontros de líderes estudantis e abertura de grêmios nas escolas. Atualmente é secretária de Assuntos Extraordinários na Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, cargo que assumiu em 2010. Atua na realização de programas voltados para a juventude.

Mãe Vanda

13600

Pará

Mãe Vera

13146

Alagoas

Com mais de 30 anos de militância junto com os movimentos sociais, Mãe Vera sempre esteve junto ao povo trabalhador de Alagoas realizando diversos trabalhos sociais. Canta e compõe junto ao Maracatu Raiz de Tradição, de onde foi fundadora. É conhecida também pela sua atuação junto a outros movimentos sociais como o MST e o Levante Popular da Juventude, que juntos buscam construir espaços de busca por justiça e igualdade. Sua candidatura está pautada na luta por igualdade de gênero, respeito à diversidade religiosa e valorização e incentivo à Cultura, em especial a cultura negra.

Márcia Lacerda

13678

Pernambuco

Pela importância de mais mulheres no parlamento, para defender os direitos das trabalhadoras e trabalhadores e dos mais pobres. Quero denunciar o golpe que está em curso e ajudar o partido a eleger a maior bancada petista possível. Meu mandato vai ser em defesa da mulher pernambucana, na buscar por uma saúde digna, no combate à violência contra a mulher, na valorização da agricultura familiar e pela construções de moradias populares.

Marcia Lia

13113

São Paulo

Márcia Lia tem um mandato participativo, de empoderamento e proteção das mulheres, da agricultura familiar, da moradia social e do SUS. Defende os direitos de trabalhadoras e trabalhadores, de crianças e adolescentes e luta contra a discriminação da população negra e LGBT. Trabalha para fortalecer o SUS e a educação pública e gratuita. É uma deputada presente nos municípios e uma voz forte no Parlamento na defesa dos interesses do povo paulista e na fi scalização das ações do governo. Tem como propostas aprofundar os temas trabalhados em seu primeiro mandato, com o aperfeiçoamento de leis e de políticas públicas que resultem em melhor qualidade de vida às pessoas e o fortalecimento dos municípios. Mantém seu compromisso de defender a participação popular, a democracia e as liberdades individuais.

Márcia Meirellys

13100

Alagoas

Militante do PT desde a juventude, Márcia Meirellys é psicóloga, radialista e repórter esportiva. Ex-diretora do Sindicato dos Radialistas, tem como umas de suas bandeiras de luta a busca por igualdade social e de gênero, tendo um atuado em ONGs de apoio à mulheres vítimas de violência e atuando como Conselheira de Saúde no SUS que dá certo. Dentre as propostas de atuação na Assembleia Legislativa, lutará bravamente em defesa dos direitos das mulheres alagoanas.

Margot Jung

13600

Paraná

Mari

13313

Rio Grande do Sul

Mari é mãe, avó, micro-empresária, militante dos movimentos sociais e dos direitos das mulheres. Defende a democracia e políticas públicas de inclusão social. Acredita que a democracia precisa ser reconstruída com mecanismos de participação, em todos os espaços sociais. Foi Secretária Municipal de Passo Fundo/RS (2010-2012) e candidata a vice-prefeita de Passo Fundo/RS em 2016.

Mari Câmara

13613

Santa Catarina

Mulher, Mãe, Servidora Púbica, Coordenadora Pedagógica, Dirigente Sindical e Militante do Partido dos Trabalhadores. Mari Câmara é natural de Palmeira das Missões (RS). Sua família mudou-se para São Lourenço D’Oeste (SC) em 1986, na busca de estudo para seus oito filhos. As dificuldades encontradas após a morte de sua mãe a fizeram deixar a escola e se casar muito jovem. Em busca de trabalho, mudou-se para Jaraguá do Sul. Adulta, voltou a estudar e terminou o ensino médio através do curso supletivo. Antes de prestar concurso público, trabalhou por cinco anos de diarista. Servidora pública há 20 anos, iniciou como Auxiliar de Biblioteca na Escola Municipal de Educação Básica Renato Pradi – CAIC, onde se destacou como contadora de histórias. Somente a partir das políticas públicas voltadas à educação superior, conseguiu seu diploma em Pedagogia, com Pós-Graduação em Psicopedagogia, Práticas Multidisciplinares e Gestão Escolar, ambos na modalidade de Ensino a Distância. Atua como Coordenadora Pedagógica na mesma escola desde 2012. Ao longo dos anos, trabalhou para fortalecer e ampliar a participação da população na gestão democrática da escola e nos conselhos municipais, contribuindo na construção de uma educação de qualidade para todos. Mari atuou e atua nas Associações e Conselhos: Conselho Municipal de Alimentação Escolar, Conselho Municipal de Educação, APP – Associação de Pais e Professores e Conselho Escolar da Escola Municipal de Educação Básica Renato Pradi. Integra a direção do Sinsep – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaraguá do Sul e Região desde 2009. Atuou ativamente na reforma do Plano de Cargos e Salários da Prefeitura Municipal e na greve dos servidores públicos municipais, contra a retirada de direitos, na busca de um serviço público valorizado, qualificado e capacitado, que garanta um atendimento eficiente e eficaz ao cidadão. Sua atuação a tornou uma grande liderança. Em 2016 foi candidata à vereadora de Jaraguá do Sul. Agora, conta com você e sua família para se eleger deputada estadual.

Maria Alves

13567

Minas Gerais

Ética e justiça social, quilombola e povos tradicionais, mulheres e população, juventude, terceira idade, política e participação, sindicalismo e organização dos trabalhadores, previdência rural. A força do campo e da cidade!

Maria das Dores

13123

Roraima

Maria Del Carmen

13131

Bahia

Eleita deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT), para os períodos 2011-2015 e de 2015-2019, Maria Del Carmen, que engenheira civil de formação, tem dedicado a sua vida política em defesa de bandeiras como o desenvolvimento urbano, por cidades mais justas e inclusivas; a luta pela democracia, em defesa direitos políticos, laborais e sociais da população; e a luta em defesa dos direitos das mulheres. A parlamentar também é autora da Lei 12.949/14, conhecida como Anticalote, cujo objetivo é preservar os direitos dos mais de 40 mil funcionários terceirizados de empresas prestadoras de serviço ao Estado.

Maria do Carmo

13300

Minas Gerais

Fui prefeita de Betim de 1993 a 1996 e de 2009 a 2012, deputada federal por três mandatos e presidenta da Fundação Helena Antipoff.

Maria do Povo

13500

Piauí

Maria do Socorro

13220

Alagoas

Candidata a deputada Estadual, Maria do Socorro é alagoana, empresária, evangélica e mãe de duas filhas. Tem sua militância voltada a projetos sociais que são desenvolvidos junto a igreja. Em seu ambiente de trabalho, busca, sempre que possível, a conscientização do eleitor sobre a importância do voto, um forte instrumento de mudança política e social. Com formação em Serviço Social pela UFAL, vai direcionar seu trabalho como deputada a questões ligadas aos Direitos Humanos, os Direitos da Mulher e da Juventude.

Maria José do Sindicato

13789

Pernambuco

Milito no campo sindical e social em defesa da valorização do trabalhador e um SUS efetivo como patrimônio da humanidade, promovendo a inclusão e combatendo as injustiças e desigualdade social. Saio como candidata para ocupação e efetivação do espaço da mulher na política, seu empoderamento e consagração da representação em defesa das politicas públicas em toda sua plenitude. Além de resgatar o nosso pais, retomar a democracia e avançar com as politicas no combate às desigualdades e injustiças sociais, jurídicas e politicas, a exemplo das distorções com o tratamento com o ex-presidente Lula.

Maria Miranda

13119

São Paulo

Maria Regina

13711

Goiás

Integrante da luta pela soberania natural, é militante do MST e participa de vários movimentos populares. É filiada ao PT há 14 anos. Será deputada estadual para lutar por uma melhor qualidade de vida para a população goiana.

Mariah

13013

Paraíba

Mariah Souza

13565

São Paulo

Mariana Ferreira

13013

Amazonas

Mariana Ferreira é estudante de Engenharia Civil no IFAM e conhece bem a realidade das mulheres que vieram para Manaus na tentativa de melhoria de vida. Oriunda de Humaitá, é casada e mãe de dois filhos. Se eleita, vai lutar na Assembleia Legislativa para que o orçamento estadual seja investido em políticas públicas com atenção especial para as mulheres, crianças, pessoas com deficiência e encarceradas. Acredita que a política é a única saída para a restabelecimento do Estado Democrático de Direito. Para um Brasil mais feliz, o Amazonas precisa de representação de mulheres nos espaços de tomada de decisões.

Mariane Leite

13131

Sergipe

Maricelma Pereira

13444

Rio Grande do Norte

É filiada ao Partido dos Trabalhadores a 35 anos, é artesã, integrante da pastoral da criança e líder comunitária do Município de Lajes. Foi a partir da necessidade das pessoas, ao vê-las enfrentando dificuldade que surgiu nela a vontade e a coragem para trabalhar, crescer e mudar a realidade dos que mais necessitam. Como militante da cultura, Maricelma vai lutar pela reativação dos pontos de cultura, vai incentivar também as feiras de economia solidária e o fortalecimento da educação popular pois acredita que com cultura e educação é possível mudar o mundo.

Marília Campos

13900

Minas Gerais

Deputada Estadual pelo PT/MG desde 2015. Também fui prefeita de Contagem de 2005 a 2012. 31 projetos de lei e 5 leis aprovadas. Defende variadas questões do interesse da população: defesa dos direitos das mulheres, combate aos privilégios, adoção de políticas de igualdade para negras e negros, promoção dos direitos da população LGBT, garantia dos direitos dos servidores público, defesa do meio ambiente.

Marjorie

13456

Pará

Marleide Soares

13410

São Paulo

Marli Onda Jovem

13330

Rio de Janeiro

Marli Onda Jovem é mulher negra e trabalha como diarista. Ex-presidente da Associação de Difusão Comunitária Onda Jovem. Coordenadora do Núcleo do PT Caxias em Cangulo e membro do Diretório do PT Caxias (RJ), filiou-se Partido dos Trabalhadores e Trabalhadoras em 2003 e já foi candidata a vereadora e deputada estadual.

Marta Vanelli

13313

Santa Catarina

Professora da Rede Estadual, militante do movimento sindical há mais de 30 anos, lutando sempre por uma por uma educação pública inclusiva e de qualidade. Marta é catarinense, nascida em Botuverá, pequena cidade no Vale do Itajaí. Morou por 20 anos em Brusque e há 30 anos mudou-se para Florianópolis. Em sua história de militância participou de conquistas históricas de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras e elaborou várias políticas educacionais em nível nacional. Esteve à frente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Pública de Ensino do Estado de SC (SINTE/SC) por duas gestões, quando presidiu a greve histórica que conquistou o vale alimentação para todos os servidores públicos estaduais. Também atuou na Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), sendo responsável pela elaboração do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), do Piso Salarial para o magistério e do Plano Nacional de Educação. Seu projeto como candidata a Deputada Estadual é em defesa da Educação e Saúde Públicas, do fortalecimento da Reforma Urbana, Desenvolvimento Sustentável e Agricultura Familiar, de mais direitos e Políticas Públicas para os trabalhadores e trabalhadoras, mulheres, negros, juventude, população LGBTI e todas as minorias.

Monica Rabelo

13001

Rio de Janeiro

Mãe de dois filhos, produtora Cultural, sempre esteve envolvida na política. No Golpe de 64, sua família foi exilada no Chile. Com o Golpe militar de 73 do Chile, que assassinou Allende, a família se exilou na França. Lá, participou dos movimentos de esquerda na luta contra a ditadura e descobriu o feminismo. Com algumas companheiras, criou o Círculo de Mulheres Brasileiras, em Paris – um marco do feminismo brasileiro. De volta ao Brasil, com a anistia, participou da criação do SOS Mulher, engajando-se na construção do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras e na luta pelas Diretas. Luta no combate à violência contra as mulheres e ao extermínio da nossa juventude.

Nadir Sampaio

13116

São Paulo

Naira do PT

13200

Maranhão

Náustria

13123

Rio de Janeiro

Do interior do Ceará, carioca de coração, entrou para a Petrobrás, lutando pelos petroleiros e pela Soberania Nacional. Foi eleita dirigente estadual da CUT. Militante do PT desde 1985, foi dirigente estadual do partido e assessora do senador Geraldo Cândido. Hoje, dirige o PT na Zona Sul do Rio e é coordenadora da FBP da região. Graduada em História pela UERJ, com pós em Responsabilidade Social e Terceiro Setor pela UFRJ. É militante feminista, lutando pelos direitos da mulher trabalhadora. Náustria: ousar lutar, ousar vencer!

Nayara Costa

13500

Piauí

Nega Ana

13180

Ceará

Mulheres, periferia, arte e cultura de rua.

Neusa Cadore

13690

Bahia

Neusa Cadore foi a primeira prefeita do PT na Bahia. Sua atuação foi reconhecida nacionalmente pela gestão realizada em Pintadas. Deputada estadual desde 2007, relatou e apresentou projetos que beneficiam milhares de baianos/as, sempre atuando na articulação de políticas públicas estruturantes e em parceria com os movimentos sociais. Foi presidenta da Comissão dos Direitos da Mulher e é líder da Bancada Feminina na Assembleia Legislativa. Defende a educação, a cultura e os trabalhadores/as, do campo e da cidade, e luta para garantir os direitos da mulher e da juventude.

Neusa Mapa

13000

Minas Gerais

Inovando a política com a força da mulher.

Neves

13196

Paraíba

Noemia Oliveira

13005

São Paulo

Núbia Duarte

13445

Rio Grande do Sul

Núbia tem 47 anos, é casada, dona-de-casa e mãe de três filhos. Tem um novo desafio: a luta pelos direitos humanos, em especial o das mulheres. Nascida na cidade de Rio Grande, no litoral norte do Rio Grande do Sul, reside atualmente em Porto Alegre. Núbia tem como foco a defesa de políticas públicas que promovam justiça social, garantia de direitos às mulheres, combate à homofobia, ao racismo e toda e qualquer forma de discriminação e desigualdade social.

Odila Raizel

13311

Paraná

Pâmela Fonseca

13008

Santa Catarina

Empresária, proprietária de agência de comunicação, atuou como gerente no ramo das telecomunicações e coordenou o projeto do SEBRAE Brasil afro-emprededor no estado de SC. Militante dos movimentos sociais há 15 anos, luta pelos direitos humanos e políticas públicas sociais. Reside em Itajaí, porém teve a oportunidade através de suas atividades profissionais de conhecer grande parte do estado de Santa Catarina e entender as necessidades de cada região. Em sua história de militância, foi a terceira candidata à vereadora mais votada do PT de Itajaí nas eleições de 2016, coordenou candidaturas ao legislativo nas 3 últimas eleições, integrou a executiva do Partido dos Trabalhadores de Itajaí, onde milita há 13 anos. Idealizadora de inúmeros projetos na questão de inclusão racial e feminista, desde 2014 ministrou palestras e entrevistas em meios de comunicação sobre a temática. Publicitária, formada pela Universidade do Vale do Itajaí . Participa ativamente de Movimentos Sociais Negros/Feministas, pois sente a necessidade de lutar por melhores condições de igualdade. Participou de conquistas históricas de direitos sociais e contribuiu para criação de políticas públicas em nível nacional e estadual, através de conferências. Está à frente do Instituto Isabel Costa de Inclusão Social e Conselhos Municipais. Seu projeto como candidata à Deputada Estadual é fiscalizar as ações do executivo no estado de SC e propor projetos de leis pertinentes que contemplem as regiões e seguimentos não contemplados. Em defesa do Turismo e Cultura como geração de desenvolvimento e renda, tem olhar especial à Acessibilidade, Educação, Segurança Pública e Saúde, bem como crescimento da Mobilidade Urbana, incetivo a Sustentabilidade. Prioza projetos de Políticas Públicas para mulheres, negros, juventude, população LGBTQ+ e demais minorias.

Pâmela Maranhão Lula

13024

Maranhão

Patrícia Melo

13180

Minas Gerais

Patrícia é uma de nós, está desde sua adolescência na luta em defesa de um projeto de sociedade que respeite e valorize o ser humano independente de sua raça, gênero, credo ou orientação sexual. Por isso, com sua candidatura à deputada estadual está buscando representar nossos interesses na Assembléia Legislativa de MG. Se você acredita que é importante a participação de mais jovens e mulheres nos espaços de poder, vote 13180.

Preta Mulazzani

13013

Rio Grande do Sul

Preta Mulazzani é mãe, feminista, fisioterapeuta, militante mentaleira, carnavalesca, vereadora e vice-prefeita de Alegrete por dois mandatos. Faz da sua vida a luta coletiva por respeito, cuidado e liberdade de escolha para todas as mulheres. Acredita que temos uma tarefa civilizatória na política e na sociedade.

Pretinha

13300

Tocantins

Marilene Francisca Rocha, mais conhecida como Pretinha, nasceu na Fazenda Parreira, perto do povoado de Baianópolis, município de Araguaçu (TO). Começou a trabalhar como babá aos 13 anos, e aos 18 anos foi morar em São Paulo. Trabalhando como empregada doméstica, fez curso técnico em administração de empresas. Morou ainda em Joinvile (SC) e retornou a São Paulo antes de voltar para Araguaçu, em 2002, no acampamento barreiro, organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, na qual se tornou presidente. Em 2006 foi assentada no projeto de assentamento Pontal das Estrelas, tornando-se, depois, presidenta da Associação. Foi vereadora em 2016 pelo PT e, por acreditar que o povo de Araguaçu merece mais, se candidatou a deputada estadual. Ela quer ajudar as pessoas menos favorecidas e todas que precisam das políticas públicas para ter uma vida digna.

Priscila Soares

13555

Rio de Janeiro

Priscila está na luta por uma Cabo Frio FELIZ DE NOVO. Com idéias novas, sangue novo e um novo nome na política cabofriense. Guerreira, feminista, da periferia, sempre esteve na luta em defesa dos direitos da criança, da mulher e dos jovens das comunidades de Cabo Frio, das trabalhadoras e trabalhadores. Pretende visitar cada família, cada bairro, percorrendo todos os cantos da cidade. Cabo Frio Feliz de Novo.

Profª Clea

13131

Tocantins

Portuense, mãe de três filhos. É formada em História e Pedagogia. Concursada na Educação Municipal de Porto Nacional desde 1998 e também na rede Municipal de Palmas. Sua militância iniciou no ano de 2003. Filiou-se no Sintet e, desde então, iniciou uma luta incansável para assegurar os direitos dos profissionais da educação básica. Foi secretária geral na diretoria regional do Sintet e no ano de 2011 assumiu a Secretaria de Assuntos Municipais. Como profissional em Porto Nacional, foi por dois mandatos, presidente do Conselho Municipal de Educação. Supervisora da educação do campo e mais recentemente, superintendente educacional. É filiada ao PT desde 2008 e faz parte do diretório municipal em Porto Nacional. Luta incansavelmente pela implantação da lei do piso salarial. Clea se orgulha muito da sua luta

Professora Ana Paula

13555

Mato Grosso do Sul

Professora Bebel

13123

São Paulo

Professora Clarice

13813

Rio de Janeiro

“Nada sobre nós sem nós”. Professora há 27 anos, luta pela qualidade do ensino público, onde atua profissionalmente. Diretora licenciada do SEPE, Clarice também dá aula para surdos. Há mais 20 anos no Movimento Negro, em 2018 foi eleita coordenadora da pasta de Assuntos Institucionais do Movimento Negro Unificado (MNU), onde se encontra licenciada.
Graduada em Língua Portuguesa e suas Literaturas (UBM); pós graduada em Gênero e Sexualidade (UERJ) e mestre em Governo, Gestão e Politicas Públicas (Flacso).

Professora da Paz

13000

Tocantins

Maria da Paz Alves Hortegal nasceu em Miranorte em 1964. Ainda muito cedo foi despertando o jeito de liderança na escola, em casa e em grupos sociais. Em 1986 conseguiu o primeiro emprego como professora das séries iniciais na zona rural do município de Dois Irmãos e, mais tarde, em Miranorte. Em 1994 participou das primeiras articulações do Grupo de Consciência Negra do Tocantins (Gruconto), em preparação aos 300 anos da morte de Zumbi dos Palmares, em Brasília, na qual está até hoje. Em 1997 iniciou a graduação em História na UNITINS em Porto Nacional. Hoje é servidora pública e concursada do estado na educação. É militante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins Sintet) desde 2002 e durante esse tempo fez parte da executiva, hoje está no conselho estadual do SINTET. Maria da Paz não tem medo de lutar por um Tocantins melhor.

Professora Gizelda

13113

Alagoas

Professora Gizelda, ex-secretária de Direitos Humanos e Cidadania, tem como marca pessoal a sua disposição para luta. É uma liderança popular, que surgiu do processo de lutas e da organização da comunidade por cidadania e direitos sociais. Sua eleição como Deputada Estadual implantará uma nova forma de fazer política na Assembleia Legislativa, com a participação popular, apoiando e organizando a sociedade de forma cidadã, com independência, transparência e muita dignidade.

Filha de ribeirinhos, Professora Ivaneia Alves é a sétima de uma família de oito irmãos. Cresceu, estudou e construiu sua família em Macapá. Formada em Pedagogia e Sociologia, atua como professora na rede estadual de ensino e como pedagoga na na rede Municipal de Macapá. Militante sindical desde 1994, tem contribuído na luta e na organização dos trabalhadores/as. Atualmente, exerce o segundo mandato como Conselheira Estadual de Educação, é Secretária Geral da CUT, Titular no Conselho Fiscal da CNTE e Secretária Geral do PT/AP. #NaLutaSempre

Professora Jaqueline de Jesus

13321

Rio de Janeiro

Professora de Psicologia do IFRJ, doutora em Psicologia Social do Trabalho e das Organizações pela UnB. Pesquisadora-Líder do ODARA – Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Cultura, Identidade e Diversidade. Foi a primeira Assessora de Diversidade e Apoio aos Cotistas e Coordenadora do Centro de Convivência Negra da UnB. Trabalhou no Departamento de Saúde, Previdência e Benefícios do Ministério do Planejamento e foi Conselheira do Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal. Presidiu as ONGs Estruturação – Grupo LGBT de Brasília, ACOS – Ações Cidadãs em Orientação Sexual e o Fórum LGBT do Distrito Federal e entorno. Recebeu o Prêmio Rio Sem Homofobia (2016) e a Medalha Chiquinha Gonzaga (2017), concedida pela vereadora Marielle Franco.

Professora Josi Cruz

13456

Paraná

Professora Juca

13690

Pará

Professora Lili

13222

Sergipe

Natural de Macapá, Professora Lúcia Banha é bacharel em Direito e especialista em educação do ensino superior. Foi vice-presidenta do diretório Municipal de Macapá, diretora da escola integrada do Estado e atuou como coordenadora de ensino da Secretaria Estadual da Educação do Amapá. Atualmente, é secretaria executiva do Conselho Estadual da Educação de Macapá.

Professora Lucimar

13111

Goiás

Com a experiência de ter sido vereadora e prefeita de Valparaíso de Goiás, Entorno de Brasília, onde mora há 23 anos, agora é candidata a deputada estadual e irá defender um desenvolvimento sustentável para Goiás na Assembleia Legislativa, dedicando grande esforço na defesa e fortalecimento da região do entorno, que tanto necessita de políticas públicas.

Professora Patrícia

13130

Espírito Santo

Professora Teresinha

13130

Ceará

Mulheres, previdência, defesa das estatais e meio ambiente.

Professora Terezinha

13777

Tocantins

Paraense, nascida em Belém, mudou para Palmas em 1997 e logo se identificou com o estado em fase de desenvolvimento. Assim como outras mulheres guerreiras, luta na busca de melhorias para a cidade, para o estado e para as famílias. Graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Tocantins. Como professora, defende melhorias na educação. Enquanto Conselheira (suplente) Municipal de Saúde defende uma saúde de qualidade para as pessoas. Tem, ao longo dos anos, desenvolvido trabalhos de Ação Social dentro da Igreja na qual frequenta. Sua luta se volta para a criação de projetos que contemplem as demandas de mulheres negras, chefes de família e vítimas de violência.

Professora Vilani

13147

Ceará

Previdência, defesa das estatais, direitos humanos e mulheres.

Regina Barata

13611

Pará

Regina Célia do PT

13143

Pará

Rejane Verardo

13031

Rio Grande do Sul

Artesã, pedagoga, mulher, mãe, trago em meu DNA as habilidades artísticas e humanas. Sempre envolvida com as causas sociais, mulher guerreira e batalhadora, jamais desisti da luta. Com muito esforço fui buscar formação para melhor compreender o mundo e contribuir para transformar realidade. Sempre lutei pelo fortalecimento e valorização do Artesanato, das artesãs e artesãos, da economia solidária, das causas das mulheres, da educação, da cultura e inclusão social. Por uma sociedade mais justa e inclusiva.

Renata Kelly

13170

Rio de Janeiro

Renata Kelly, 47 anos, evangélica, negra, divorciada e mãe de 5 filhos. Atua politicamente na baixada fluminense, inicialmente em Nova Iguaçu, nos bairros Jardim Palmares, Palhada, Cabuçu, Rosa dos ventos e adjacências. Com intervenções diretamente nas áreas da educação, saúde pública, lazer e orientação para que os jovens residentes nessas áreas tenham um futuro digno e com oportunidades reais de estudo e trabalho.

Renata Neves

13130

Rio de Janeiro

Socióloga e ativista socioambiental. Atuou em projetos de instituições como IBASE, o PNUD/ONU, o Greenpeace, o CIMI, a OPAN, a COC/Fiocruz, entre outras. Sua luta está ligada à democracia, à justiça socioambiental, às mudanças climáticas, à resiliência em caso de desastres socioambientais, à segurança hídrica, à saúde, à educação, à cultura e à transparência. Foi presidenta na ONG Ser da Terra, representando a instituição em dois Comitês de Bacia Hidrográfica (CBH Rio Dois Rios e CEIVAP) e na Comissão de Acompanhamento da Queima de Resíduos Sólidos das cimenteiras de Cantagalo-RJ. É estudante de doutorado na UFF e foi professora de ensino médio entre 2002 e 2014. Sua proposta é levar para dentro de um mantado político coletivo sua experiência como pesquisadora nos diversos projetos que atuou.

Roberta Luchsinger

13333

São Paulo

Romilda Pizani

13393

Mato Grosso do Sul

Rosa Chiquetto

13678

São Paulo

Rosângela do Côco

13789

Ceará

Mulheres e desenvolvimento comunitário.

Rosângela Melo

13640

Acre

Professora Rosângela, licenciada e pós-graduada em história, ativista de movimento sindical e agora candidata a deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores no estado do Acre. Com suas origens em família de professores, concorre pela primeira à um cargo político. Educadora há 35 anos, entrou na politica por entender que pode contribuir ainda mais para o progresso do estado agregando tudo que acumulou ao longo do serviço público.

Rosângela Zeidan

13103

Rio de Janeiro

Filiou-se ao PT em 1986, atuou nas comunidades de base e no movimento de mulheres da Baixada Fluminense. Formada em Psicologia e Jornalismo, presidiu o PT de Maricá.Zeidan foi líder da bancada estadual do PT e está entre as quatro parlamentares, dentre os 70 da Alerj, que mais apresentaram proposições de 2015-2018.É Presidenta da Comissão de Política Urbana, Habitação e Assuntos Fundiários da Casa e é vice-presidente da Comissão de Turismo. Foi relatora da CPI da Violência Contra a Mulher.

Rose do Acampamento

13008

Mato Grosso do Sul

Sandra Kunã Mbarete

13333

Mato Grosso do Sul

Sandra Lira

13456

Alagoas

Especialista em Políticas Públicas, a Professora Sandra Lira será uma árdua defensora dos serviços públicos de qualidade, especialmente Educação, Saúde, Assistência Social e uma fiscalizadora atenta e dedicada do Orçamento Público, e do respeito aos Direitos da classe trabalhadora e da população mais pobre. É PRECISO LUTAR é o seu lema, porque acredita no projeto social coletivo, na resistência, e confia que é possível ter em Alagoas uma Deputada Estadual conectada com a vontade e os interesses do povo.

Sargenta Regina

13777

Rio Grande do Norte

Mulher lésbica e de religião de matriz africana, Sargenta Regina faz parte da Polícia Militar e foi a primeira mulher a presidir uma instituição militar no país, tendo liderado cinco movimentos paredistas dentro da corporação. Foi eleita vereadora em Natal em 2008 e foi autora da Emenda que criou a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres de Natal. Também é de sua autoria a lei que instituiu o nome social das travestis e trans, e da lei que instituiu o dia 29 de agosto como Dia Municipal da Visibilidade Lésbica. Foi autora do pedido de abertura da CEI dos Contratos, que culminou na prisão de secretários e assessores e no afastamento da então prefeita da capital potiguar.

Sayonara

13031

Santa Catarina

Sayonara é candidata a deputada estadual pelo PT. Advogada, Assistente Social, Professora e Mestre em Saúde Pública. Envolvida desde a juventude nos movimentos comunitários, foi também líder estudantil. Por 25 anos atuou na área da Saúde Pública nos municípios de Criciúma e Araranguá. Foi Professora Universitária por 10 anos. Atualmente é Assistente Social no SINE e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Araranguá. Sua luta é pela Saúde Pública, com o sonho de um instituto do câncer na região Sul. No campo socioeconômico, aposta no apoio a projetos de desenvolvimento de Parques Tecnológicos regionais. Sua luta também é pela agricultura familiar, agroecologia, mobilidade urbana, educação pública e direitos das mulheres.

Sayonara Chacon

Sayonara

Rio Grande do Norte

Sayonara é natural de Caicó, mãe de quatro filhos e sempre atuou nos bastidores da política ajudando as pessoas. É uma cidadã sensível aos problemas das cidades, em especial ao interior do estado no que se refere às políticas públicas. Foi por meio da política que encontrou uma maneira de lutar por um estado mais justo, com mais dignidade e respeito à população. A política foi o meio que encontrou para batalhar por cada direito perdido em decorrência do golpe, pelos que sofrem preconceito, pelo direito da mulher, por um mundo com mais oportunidades e respeito. Sua candidatura se propõe a defender as mais diversas vozes na busca por mais saúde, educação e segurança.

Shirlene Souza

13331

Bahia

Vice-presidente licenciada do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Bahia, o Sincotelba, Shirlene tem 41 anos, é mãe de três filhas e avó de dois netos. Do movimento sindical, foi reconhecida e passou a ser diretora da CUT-BA e a integrar a diretoria executiva do diretório municipal do PT de Salvador. Percorreu todos os territórios da Bahia e conhece de perto as necessidades da população, especialmente das mulheres e da gente trabalhadora.

Simone Protetora dos Animais

13021

São Paulo

Socorro

13012

Maranhão

Sofia Cavedon

13400

Rio Grande do Sul

Sofia Cavedon é Vereadora de Porto Alegre e líder da Oposição na Câmara Municipal. Professora, sindicalista, ex-secretária de educação e presidenta da Câmara Municipal. Foi a primeira Procuradora da Mulher no Legislativo no Estado. Construtora da Escola Cidadã e defensora da escola sem mordaça e de uma educação pública e de qualidade, atua pela igualdade de gênero, nos movimentos sociais e sindicais, pelos direitos da criança e do adolescente, moradia popular, inclusão e contra toda forma de discriminação.

Solange Duailibe

13200

Tocantins

Solange Dualibe é de Araguaçu (TO), onde cedo revelou sua vocação social e política como filha do vereador Osmar Duailibe e como primeira-dama da cidade por ocasião do primeiro mandato do seu esposo Raul Filho, com quem tem três filhos e dois netos. Jornalista graduada pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), candidatou-se pela primeira vez em 2002, sendo eleita deputada estadual com a maior votação já obtida na história de Palmas. Foi reeleita em 2006, bem como em 2010. Hoje exerce o quarto mandato no Legislativo estadual tocantinense. Desenvolveu um relevante trabalho social quando primeira-dama de Palmas (2005 a 2012) e também à frente da Secretaria Municipal de Assistência Social, no ano de 2005. Compôs a Mesa Diretora no cargo de vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins, em 2009, fato até então inédito a uma mulher.

Stela Farias

13113

Rio Grande do Sul

Stela Farias é deputada estadual e líder da Bancada do PT. É professora de História. Foi vereadora, prefeita de Alvorada duas vezes e secretária da Administração no Governo Tarso. Aprovou leis para dar transparência à Segurança Pública e criou a Procuradoria Especial da Mulher, para acolher e proteger vítimas de violência. Liderou a luta que impediu a privatização da CEEE, CRM e Sulgás. Atua pelo fortalecimento dos empreendimentos de economia solidária.

Suzana Carvalho

13003

Goiás

Professora, foi gestora do Centro Municipal de Educação Infantil de Anápolis, o que levou ao reconhecimento que é possível mudar a vida das pessoas. Diante dessa inquietação de ajudar e defender a população Goiana, resolveu combater com coragem a corrupção que tanto atrapalha o avanço. Não é tempo de omissão, precisamos nos animar e entender nossa responsabilidade de ir às urnas.

Sylvia

13713

Pernambuco

Feminista-negra-socialista. É assim como Sylvia se identifica. Ela tem 36 anos, 23 deles vivenciados na militância por direitos de crianças, adolescentes, jovens e mulheres, do campo e da cidade. É jornalista formada pela UFPE, especialista em Direitos Humanos, pela UNICAP, e mestra em Gestão de Entidades não Lucrativas pela Universidad Complutense de Madrid. Esteve na Presidência da ONG Mirim Brasil, atuou em rede com outras organizações e movimentos, dentro e fora do Brasil. Foi Conselheira Estadual de Direitos Humanos de PE de 2015 a 2019. Participou de diversas conferências e contribuiu na construção de planos de política pública. Ela está acostumada a acessar e fazer parte de espaços de debates políticos, mas se vale da vivência na periferia, acumulada nas experiências pessoais e profissionais, para abrir diálogos e conectar diferentes classes em torno de pautas progressistas. Essa pernambucana arretada é incisiva em afirmar que não vê sentido em fazer e falar sobre política se não for colocando no centro a população historicamente excluída do processo de desenvolvimento. Foi assim que atuou até então e como pretende ingressar na Assembleia Legislativa, como deputada pelo Partido dos Trabalhadores.

Taíres

13500

Sergipe

Taís Benito

13031

Rondônia

Nasceu em São Bernardo do Campo (SP), formou-se na Faculdade Oswaldo Cruz( SP) em Engenharia Química, fez pós-graduação em Gestão Ambiental, Gestão Pública e Estudos Judaicos. Casada com o jornalista Paulo Benito, é mãe de 4 filhos. É auditora ambiental, comentarista de política e desenvolvimento junto ao programa de TV Conteúdo Amazônia, exibido diariamente na Rede TV.

Tayná do PT

13122

Rio de Janeiro

Tayná do PT é representante do projeto nacional de Lula. O objetivo da candidata a deputada estadual é lutar para frear os retrocessos que estão cercando o estado do Rio de Janeiro, assim como ampliar a permanência e o acesso aos programas sociais criados e defendidos por Lula e Dilma. A luta por uma Educação de qualidade, uma vida mais digna e pela defesa dos projetos sociais, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, o Prouni e o Fies, entre outros programas da era do Partido dos Trabalhadores, são compromissos da Tayná do PT.

Telma Sant’Anna

13741

São Paulo

Telma Saraiva

13300

Pará

Temmylis Silva

13131

Acre

Estudante da rede pública de ensino, aos 18 anos de idade foi aprovada na seleção de bolsistas para realização de projetos sociais junto à comunidade nas áreas de prevenção e oportunidades para os jovens. Seis anos depois assumiu a Secretaria adjunta da Juventude (SEJUV) à convite do Prefeito Marcus Alexandre. À frente da Secretaria Adjunta da Juventude, iniciou o trabalho com o objetivo de ajudar o maior número de jovens no munícípio de Rio Branco-AC.

Teresa Leitão

13613

Pernambuco

Uma professora que sonha com uma educação emancipadora e de qualidade social. Uma mulher que luta por um Pernambuco melhor para as pessoas. Represento um mandato parlamentar que já tem uma longa lista de serviços prestados para às pessoas de Pernambuco. Candidatar-me a reeleição, na verdade, é reafirmar esse compromisso que já tenho. Eleger-me novamente deputada estadual não é um projeto pessoal, mas uma construção coletiva de pessoas, de grupos, de segmentos organizados que não abrem mão de fazer ecoar sua voz na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Nesta campanha, estou apresentando às pernambucanas e aos pernambucanos minhas “13 formas de lutar por Pernambuco”, com eixos temáticos nos quais renovo meus atuais compromissos e apresento novos desafios. São eles: educação; mulheres; juventude; cultura; luta dos(as) trabalhadores(as); proteção da pessoa idosa; economia solidária; ética e transparência; diversidade; saúde; valorização dos(as) servidores(as); atenção aos municípios e a construção do Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras.

Terezinha Gomes

13817

Bahia

Terezinha Santana

13690

Acre

Terezinha Santana entrou na política através do movimento comunitário, sendo eleita presidente de bairro de sua comunidade em 2003. À frente da Associação de Moradores do Bairro Amapá conquistou diversas melhorias para a comunidade, como asfaltamento e eletricidade para ramais, unidades básicas de saúde, quadra poliesportiva e muito mais. Em 2014, Terezinha assumiu a presidência da Federação das Associações de Moradores do Acre (Famac). A candidatura de Terezinha a deputada estadual busca ampliar seu potencial de trabalho pelas comunidades, para continuar contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas menos favorecidas.

Thati Nicácio

13131

Alagoas

Thatiane Nicácio é jovem, estudante de comunicação, ativista social, militante feminista e ativista de Direitos humanos por uma nova política sobre drogas. Vivenciou a dura experiência da maternidade na adolescência, quebrando estigmas e fortalecendo o debate sobre a ausência de políticas públicas para as mulheres. Consolidou-se na militância através do tema da saúde mental e práticas de cuidado. Atualmente, é secretária de Juventude do PT de Alagoas e coordenadora nacional de gênero da ArtJovem LGBT Brasil. Também faz parte da gestão do Conselho Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres.

Tiomar Helaine

13330

Paraíba

Tonia Carla

13010

Paraná

Valquíria das Neves

13713

Maranhão

Valquíria Justino

13009

São Paulo

Vanusa Oliveira

13114

Mato Grosso do Sul

Vera Faria

13640

São Paulo