Internacional

  • O ex-presidente afirma que o mundo respira aliviado com a vitória do candidato democrata, que derrotou Donald Trump. E Dilma complementa: “A vitória de Biden é uma vitoria do povo americano, e representa um alento para aqueles, no mundo, que lutam contra a extrema-direita, a intolerância e o ódio”. Outros líderes petistas, incluindo Gleisi Hoffmann, Rogério Carvalho e Enio Verri também se manifestaram diante da derrocada da extrema-direita
  • O “homem mais poderoso do mundo” precisa vestir roupas de gente grande, parar de agir como um menino mimado e aceitar a derrota com um mínimo de dignidade. Assim defendeu nesta sexta (6) Jim Kenney, prefeito da Filadélfia, a maior cidade da Pensilvânia, após o ainda presidente Donald Trump ofender gravemente a cidade e o estado, decisivo nestas eleições presidenciais
  • Bíblia do liberalismo britânico detalha em ampla reportagem como omissão do governo federal permitiu aumento do garimpo na região, com florestas sendo devastadas por criminosos para a instalação de máquinas de extração do metal. “Agências de proteção ambiental do Brasil – historicamente um baluarte contra a destruição da maior floresta tropical do mundo – estão sem financiamento e sem pessoal desde que Jair Bolsonaro assumiu a Presidência”, relata o ‘Financial Times’
  • Aliado de Trump para entronar presidente o golpista Juan Guaidó na Venezuela, Bolsonaro sinaliza apoiar a resistência judicial de seu ídolo político. Segundo o jornalista Jamil Chade, a orientação para o Itamaraty é não reconhecer a vitória de Joe Biden, mesmo que atinja os 270 votos do colégio eleitoral, que garante a vitória de um dos candidados
  • Em entrevista à revista americana ‘The New Yorker’, o ativista político Noam Chosmky se mostra preocupado com a possibilidade de o presidente dos Estados Unidos, derrotado nas urnas por Joe Biden, se recusar a aceitar o resultado das eleições presidenciais. “É difícil encontrar um presidente americano que tenha se dedicado mais a enriquecer e capacitar os ultra-ricos e o mundo corporativo – e é por isso que eles ficam felizes em tolerar suas travessuras”
  • Na reta final da corrida à Casa Branca, nova onda de Covid-19 em 47 estados – incluindo os decisivos Florida, Texas e Ohio – complica a situação do republicano, que aparece quase 10 pontos atrás de Joe Biden nas pesquisas de intenção de voto. Democratas aumentam vigilância contra rede de fake news, que pode prejudicar votação de comunidades de imigrantes. Um dos alvos seria a candidata a vice de Biden, Kamala Harris, filha de uma indiana e um jamaicano
  • Em artigo, Romênio Pereira e Mônica Valente avaliam o resultado do plebiscito no país vizinho, que avança na retomada democrática: “Agora, novas frentes de batalha se abrem, como a eleição dos convencionais de abril de 2021, onde a tarefa é a de conseguir eleger uma expressiva maioria anti-neoliberal que de fato escreva um novo texto constitucional adequado à inclusão social, à recuperação do papel do estado na garantia dos direitos sociais há muito reclamados, à igualdade de gênero, ao respeito aos povos indígenas originários como o povo Mapuche, à soberania e à integração”
  • Reportagem especial do diário americano relembra como atitudes dos dois líderes de extrema direita permitiram a rápida disseminação do vírus nas Américas, provocando milhares de mortes. “Os dois presidentes expulsaram 10 mil médicos e enfermeiros cubanos, cortaram financiamento da principal agência de saúde da região [a Organização Pan-Americana da Saúde] e promoveram erroneamente a hidroxicloroquina como cura”, aponta o tradicional jornal novaiorquino