Neodi Saretta

Neodi Saretta nasceu em 18 de outubro de 1963. É filho de agricultores que residiam na comunidade de Linha São Lourenço, interior do município de Jaborá – SC. Iniciou sua militância social participando nos grupos de jovens da Pastoral da Juventude de Concórdia e do movimento estudantil, onde foi presidente do DAEC, que corresponde ao atual DCE, da FEAUC, hoje UNC, Campus Concórdia e também do movimento comunitário, através de associação de Moradores do Bairro Vista Alegre e da Umanc – União Municipal de Associação de Moradores de Concórdia.

Estudante de Direito na Fundação Educacional do Oeste Catarinense, atual UNOESC, em Joaçaba, no primeiro ano do curso ajudou a fundar o Centro Acadêmico de Direito. Participou também da primeira eleição direta após o golpe militar, da UCE-União Catarinense dos Estudantes, tendo sido eleito como um dos Vice-Presidentes da Entidade máxima de representação dos estudantes catarinenses.

Em 1988 disputou a primeira eleição política, sendo eleito o mais jovem vereador daquela legislatura e o primeiro eleito pelo PT, em Concórdia. Teve atuação destacada na Câmara Municipal, sendo que enquanto esteve no exercício do mandato não faltou a nenhuma sessão do Legislativo Municipal. Com apenas um mandato de Vereador e com um partido jovem, concorreu a prefeito no ano de 1992. Apesar de não ter sido eleito, obteve uma respeitável votação, credenciando-o para outros pleitos.

Formado em Direito, passou a exercer plenamente a advocacia, assessorando entidades sindicais e prefeituras. Também lecionou na Universidade do Contestado, Campus de Concórdia.

Em 1994 foi eleito Deputado Estadual, o mais jovem entre todos daquela legislatura, tornou-se também o mais jovem deputado a ser Presidente da Assembléia Legislativa de Santa Catarina e o primeiro do PT no país a alcançar esta posição.

A sua atuação firme como deputado estadual, acompanhando as ações do governo, elaborando projetos de lei e agindo sempre na representação e defesa dos interesses da população foi, por diversas vezes, reconhecida, recebendo vários prêmios, como o de destaque estadual 1995; o Troféu “Prensa”, como destaque Parlamentar de 1997 e; o de Destaque Político em 1998.

Dedicou-se, na Assembléia Legislativa, em especial às questões relativas à agricultura, emprego e renda, educação e saúde. Trabalhou para solucionar os problemas dos atingidos pelas barragens e dos consumidores de energia elétrica da antiga Commoc. Fez e participou de diversos projetos reduzindo impostos para micro e pequenas empresas e agricultores; criando serviço de assistência jurídica gratuita para pessoas carentes e obrigando as empresas a garantir segurança e proteção da saúde dos trabalhadores.

Como Presidente da Assembleia Legislativa, provou ser possível fazer diferente e melhor. Na sua gestão foram economizados milhares de reais com cortes de despesas e privilégios, bem como com a reorganização administrativa. A gestão de Saretta foi pautada pela defesa da moralidade do poder público e pelo acompanhamento das atividades dos demais poderes. Na condição de Presidente da Assembleia Legislativa foi integrante da comitiva Oficial do governo Catarinense na 66ª Sessão Geral do Comitê internacional de Epizootias – Organização Mundial de saúde animal – em Paris, na França, ocasião em que SC foi considerada zona livre de febre aftosa. Foi chefe da delegação catarinense à Itália com o objetivo de ratificar acordos de cooperação e de intercâmbio sociocultural. Ao término de sua gestão na Presidência do Poder Legislativo Catarinense, teve reconhecido publicamente seu trabalho, inclusive pelos órgãos de imprensa e, principalmente, pela população ao obter sua reeleição com mais do dobro de votos obtido no primeiro mandato.

Reeleito deputado estadual em 1998, foi membro da comissões de Finanças e Orçamento; de Direitos Humanos e defesa dos consumidores; Constituição e Justiça e; vice-presidente da Comissão de Agricultura, cooperativismo, ciência, tecnologia e economia da Assembléia Legislativa. Saretta exerceu também o cargo de líder da bancada.

Ainda como deputado participou da elaboração do Projeto de Lei que garante proteção e assistência do estado às vítimas de violência, assim como foi importante a sua participação na articulação para a derrubada do veto ao projeto de lei, do qual é co-autor, que regulamentou a defensoria pública no estado de SC. É o autor da Lei que criou o fundo de crédito popular. É autor ainda dos Projetos que criam normas para a realização de pesquisas na área da biotecnologia e engenharia genética, bem como do que cria o conselho de Biossegurança em Santa Catarina.

No ano de 2000 foi eleito Prefeito de Concórdia, sendo vitorioso em todas as urnas. Em 2004 foi reeleito Prefeito novamente com expressiva votação. Como Prefeito implantou um novo jeito de governar, onde a participação popular foi uma das marcas. Milhares de pessoas participaram anualmente das decisões das obras, através do chamado Orçamento Participativo.

Reestruturou a máquina pública, aumentando a capacidade de investimentos e de prestação de serviços, tendo sido premiado como o Prefeito de Melhor gestão Fiscal no país, ou, no dizer da imprensa Nacional: “O Prefeito Mais responsável do País” (Revista Nacional Isto É dinheiro, edição de 12.06.2002). Recebeu o prêmio, em Brasília, no Auditório do Palácio do Itamaraty, das mãos do Ex Presidente da República Fernando Henrique Cardoso, ladeado pelo Vice Presidente da República Marco Maciel, diversos Ministros de Estado e pelo Presidente do Conselho Federal de Contabilidade. Concórdia foi destaque na imprensa nacional.

Saretta implantou o Programa Saúde da Família no Município. Ampliou em mais de 170% as vagas de creche, tendo inclusive sido construído um Edifício só para o atendimento de crianças, denominado Edifício das Crianças. Promoveu o maior processo de regularização fundiária da história de Concórdia, possibilitando que centenas de famílias recebessem as tão sonhadas escrituras dos terrenos em que residiam. Implantou o transporte coletivo integrado. Melhorou os indicadores de saúde e educação. Os programas de pavimentação urbana atingiram marcas históricas. Implantou o aterro sanitário e promoveu melhoria da qualidade de vida dos concordienses. Em sua gestão foi construído o Centro de Eventos Concórdia e implantada as escolinhas esportivas gratuitas que atendem milhares de jovens e crianças.

Nas duas gestões foi reconhecido pela Abrinq como “Prefeito Amigo das Crianças”, pelas ações desenvolvidas em prol da criança e do adolescente.
Como prefeito exerceu ainda os cargos de Presidente da AMAUC – Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense e da FECAM – Federação Catarinense dos Municípios.

Sua gestão continuou sendo reconhecida mesmo após o término do mandato, quando a Confederação dos Municípios do Brasil incluiu Concórdia como um dos destaques no Índice de Responsabilidade Social e Fiscal, como base no ano de 2007.

Em 2010 Saretta foi eleito Deputado Estadual e retomou os projetos estaduais em defesa da agricultura com ações voltadas a manutenção e ao fortalecimento da agricultura familiar; na área da educação com a valorização dos professores e a ampliação do ensino técnico e superior gratuito; na área da saúde com a ampliação e reestruturação de hospitais, além de mais médicos especialistas para o interior do estado. Segurança foi outro grande tema abordado diversas vezes por Saretta, que cobrou através de proposições e pronunciamentos em plenário, melhorias nas delegacias, ampliação no efetivo policial entre outras questões voltadas à segurança da população. A manutenção das rodovias estaduais e federais também pautou ações do deputado.

A atuação do Deputado Estadual Neodi Saretta se manteve forte, representando toda a população de Santa Catarina. Neste mandato, apresentou mais de 50 projetos de lei, dos quais 13 foram transformados em lei. É de autoria do deputado a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que altera de 25% para 30% os recursos destinados à educação. Durante o período Saretta exerceu o cargo de líder da bancada, presidiu a comissão de Turismo e Meio Ambiente, foi vice-presidente da comissão de Relacionamento Institucional, Comunicação, Relações Internacionais e do Mercosul; membro das comissões de Constituição e Justiça e Finanças e Tributação. Ainda durante a Legislatura institui e presidiu as Frentes Parlamentares em Defesa da Saúde do Trabalhador; Defesa do Serviço Público de Qualidade; Destinação da Compensação Financeira dos Recursos Arrecadados pelo Estado; Em Defesa dos Comerciários e o Fórum Parlamentar do Esporte.

Com grande atuação, a legislatura foi de muitas ações tanto na Assembleia Legislativa quanto nas atividades pelo estado. Em 2014 Saretta foi reeleito Deputado Estadual. Representando principalmente as regiões Oeste e Meio Oeste, Saretta segue para o quarto mandato de deputado estadual. Ele continua honrando o compromisso de manter o trabalho em prol de toda a comunidade catarinense, com foco na educação, saúde, segurança pública, agricultura e melhoria nas rodovias. Entre os principais projetos está o que possibilita a inclusão de assinatura digital nos projetos de lei de iniciativa popular (Lei n. 16.585, de 15/01/2015); A criação do Setembro Verde, com ações voltadas ao meio ambiente; a inclusão da carne de tilápia na merenda escolar e o projeto que institui o Programa de Gestão Financeira Familiar no Sistema de Ensino das escolas estaduais.
Saretta mantém, desde que iniciou na vida política, o diálogo aberto com a população catarinense, para que assim, as demandas de todo o estado possam ser debatidas. Nesta 18ª Legislatura o deputado Saretta preside a Comissão de Pesca e Aquicultura, é vice-presidente da comissão de Relacionamento Institucional, Comunicação, Relações Internacionais e do Mercosul, além de membro das comissões de Turismo e Meio Ambiente, e da Criança e do Adolescente. Saretta também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde do Trabalhador e do Fórum parlamentar do Esporte. “Temos que trabalhar cada vez mais para manter uma relação aberta, honesta e transparente com a comunidade. Também é preciso ouvir os anseios e necessidades de nossas comunidades. Quem convive mais de perto conosco sabe dos esforços que fizemos para honrar a representação que recebemos, inclusive com pesados sacrifícios pessoais e familiares. Não há um dia sequer que não estamos tratando de algum tema ou assunto importante para nossa comunidade. Além da nossa ação na Assembleia Legislativa, estamos permanentemente nos municípios, em reuniões com lideranças, em eventos, debates audiências públicas, enfim, é um trabalho intenso na busca do que entendemos ser o melhor para as pessoas e a comunidade de maneira geral. Precisamos de insistência e persistência, o que não podemos jamais é desanimar e desistir pelo caminho.” Neodi Saretta.