Rachel Ximenes Marques, natural de Fortaleza (CE), é formada em Psicologia pela UFC – Universidade Federal do Ceará. Também é especialista em Educação Infantil, Gestão para Executivos e Mestre em Saúde Pública.

Iniciou sua militância política, durante os anos 80, no movimento estudantil. Na época participava da Pastoral Universitária e das Comunidades Eclesiais de Base da Igreja Católica. Esse engajamento levou Rachel Marques a optar pelo Partido dos Trabalhadores, estando filiada desde sua fundação no Ceará.

De 93 a 96, foi Secretária do Trabalho e Ação Social de Quixadá. Na seqüência, de 97 a 98, foi presidente da Fundação Municipal de Profissionalização e Geração de Emprego, Renda e Difusão Tecnológica (PROFITEC), em Fortaleza, e da FORTUR Fundação de Turismo de Fortaleza, em 1999.

Em 2001, Rachel Marques assume a Secretaria de Saúde e Assistência Social de Quixadá, de onde sai, em 2002, para disputar as eleições para deputada estadual.

Durante o Governo Lula, Rachel Marques foi presidente da Companhia Docas do Ceará, empresa que administra o Porto de Fortaleza. Na companhia, Rachel permaneceu de 2003 a 2004.

A deputada estadual Rachel Marques é líder da bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembléia e também preside a CPI Contra Exploração de Crianças e Adolescentes na Casa.