Área PT
Posts arquivados em

Arthur Chioro

  • Governo federal tem até esta terça-feira (15) para apresentar ao Supremo Tribunal Federal (STF) as datas referentes ao plano nacional de vacinação contra a Covid-19. Pasta entregou à Corte , na sexta-feira (11), um plano com previsão de vacinar 51 milhões de pessoas pertencentes aos grupos prioritários, divididos em quatro fases. Ex-ministro da Saúde Arthur Chioro critica falta de coordenação do governo e prevê cobertura da população somente em 2022. “Nós só vamos chegar a uma cobertura vacinal razoável para trazer proteção à sociedade brasileira em julho de 2022″, alerta Chioro. “Teremos 300 milhões de doses de vacina até o final de 2021. Isso não é capaz de sustentar o fim da cadeia de transmissão da doença”, adverte
  • Em artigo publicado na ‘Folha de S. Paulo’, 11 ex-ministros da Saúde – incluindo os petistas Alexandre Padilha, Arthur Chioro e Humberto Costa, além de José Gomes Temporão – criticam a condução desastrada de Jair Bolsonaro no combate à pandemia do Covid-19. “O país necessita de um plano sólido, abrangente, que contemple todas as vacinas que consigam registro na Anvisa, sem qualquer tipo de discriminação”, apontam
  • Na reunião do Diretório Nacional do PT, ex-ministro da Saúde acusa Bolsonaro de abandonar o povo e não repassar recursos a estados e municípios para enfrentar o Covid-19. Ele estima que país terá 120 mil óbitos e que, mesmo militarizado, Ministério da Saúde está ausente na gestão da crise sanitária
  • Ex-ministro da Saúde alerta na reunião do Diretório Nacional do PT que situação epidemiológica atual é grave, o relaxamento do isolamento social vai levar ao aumento do contágio e que as  perspectivas de saída da crise estão distantes. José Gomes Temporão reforça que o confinamento é necessário e adverte que o vírus não é democrático: vai afetar os mais frágeis, que vivem nas periferias
  • 1
  • 2