Posts arquivados em

Nações Unidas

  • Em artigo, o ex-prefeito de São Paulo chama Bolsonaro de mentiroso, ao apontar, na ONU, que as queimadas no Brasil são resultado da ação de índios e quilombolas. “Vale notar que as queimadas na Amazônia não raramente aparecem no discurso de Bolsonaro como dupla afirmação nacionalista. Para dentro, perante as ‘nações’ indígenas; para fora, perante as nações soberanas”, destaca
  • Responsável por devastação das florestas tropicais e do pantanal desde 2019, Planalto agora usa redução de 83% no desmatamento entre 2004 e 2012 para se defender de críticas. Na semana passada, França suspendeu negociações do acordo entre Mercosul e União Europeia com base em um relatório com dados sobre impacto do desmatamento na Amazônia Legal. Medidas de preservação nas administrações do PT eram consideradas pelas ONU uma contribuição “sem precedentes” na diminuição do aquecimento global e um exemplo para o mundo
  • Roteiro de fake news apresentado por líder de extrema direita na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas repercute negativamente no país e na imprensa internacional. Contradições e inverdades sobre meio ambiente e crise sanitária foram apontadas por veículos como ‘CNN’, ‘Guardian’, ‘Bloomberg’ e ‘Reuters’. Segundo a ‘CNN’, o presidente tratou a pandemia e o aquecimento global com a mesma resposta: “negação, acusações e gestos ineficazes”. Para o ‘Guardian’, Bolsonaro e Donald Trump usaram seus espaços na Assembleia da ONU “para desviar a atenção de sua resposta à pandemia”. No Brasil, organizações da sociedade cvil também repudiaram discurso de Bolsonaro
  • Em nota, PT denuncia bloqueio ilegal das contas do escritório de advocacia que faz a defesa do ex-presidente. “A medida absurda é mais um ataque à reputação do advogado Cristiano Zanin Martins, por ter denunciado e comprovado os métodos criminosos da Lava Jato de Curitiba”, apontam dirigentes da legenda.
  • Relatores das Nações Unidas receberam denúncia de que o Ministério da Justiça do governo Bolsonaro investigou policiais anti-fascistas, coletando informações contra eventuais críticos. Planalto está sob suspeita de intimidar oposicionistas. José Guimarães diz que o país virou um pária na comunidade internacional
  • Desta vez, omissão do presidente no combate à pandemia do coronavírus foi apontada em carta pelo embaixador da Venezuela na Organização das Nações Unidas, Samuel Moncada. “É doloroso ver como o Brasil está desperdiçando a oportunidade de liderar a luta para salvar milhões de vidas e, ao contrário, transformou-se em um agente gigante de retrocesso e destruição”, denunciou o diplomata
  • Advertência foi dada pelo diretor do escritório do Programa Mundial de Alimentos no Brasil, Daniel Balaban. Ele criticou a atuação do governo no combate ao coronavírus. “Não há uma unicidade, um comando que lidere o Brasil como um todo para sair desta pandemia”, denuncia. País saiu do Mapa da Fome das Nações Unidas durante o governo de Dilma Rousseff, em 2014