Área PT
Posts arquivados em

mortes por Covid-19

  • Ministro da Economia aposta na pura dissimulação ao dizer que prioridade é “primeiro a saúde”, enquanto articula tropa neoliberal para dizimar no Congresso R$ 35 bi de recursos ao SUS e aprovar auxílio de menos da metade do que o necessário para milhões de famílias sobreviverem. Bolsonaro sobe tom em ameaça a estados e governadores voltam a cobrar governo por vacinas. “Governadores, prefeitos, movimentos sociais, empresários, universidades, toda a sociedade civil precisa tomar as rédeas do combate à pandemia no Brasil”, defende o líder da bancada do PT na Câmara, Bohn Gass (RS)
  • Anúncio feito pela OMS nesta quinta-feira (4) consolida condição do país como pária global. Política genocida de Bolsonaro a favor da disseminação do vírus coloca o Brasil em 2º lugar entre as nações que mais enfrentam barreiras nas fronteiras com outros países, atrás apenas do Reino Unido. “Nós vamos entrar numa situação de guerra explícita”, prevê o neurocientista Miguel Nicolelis
  • Com caos imposto ao país pela estratégia genocida de Bolsonaro, Fundação aponta quadro devastador nas próximas semanas. “O cenário alarmante, segundo a análise, representa apenas a ponta do iceberg de um patamar de intensa transmissão no país”, adverte a Fiocruz. “De norte a sul do país, governadores e prefeitos perceberam que a conta chegou e se não tomarmos medidas fortes e efetivas, teremos um mês de março aterrorizador”, afirma o deputado Alexandre Padilha (PT-SP)
  • Governadores e prefeitos duelam com o governo para vacinar população enquanto o Conselho Nacional de Secretários de Saúde pede toque de recolher em todo país, que já bateu recorde da média de mortes pelo quinto dia seguido. Governador do Piauí e presidente do Fórum de governadores Wellington Dias cobra agilidade do governo para liberar vacinas e medidas para frear a disseminação do vírus. “Queremos medidas nacionais, estamos em vias de um colapso nacional na rede hospitalar”, alerta Dias
  • Atuação desastrosa do governo Bolsonaro é alvo de investigação conduzida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cujos especialistas temem que o caos sanitário leve o Brasil a superar os EUA em novos casos. Variante brasileira, mais transmissível, chega ao Reino Unido e acende alerta global. “Bolsonaro precisa responder por crimes contra a saúde do povo brasileiro”, cobra o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP)