Posts arquivados em

Nota

  • Elas por Elas
    Em manifestação conjunta, PT, PCdoB, PDT, PSOL e Rede rechaçam ataques à candidata à Prefeitura de Porto Alegre, alvo de um bombardeio do bolsonarismo e conservadores que apoiam adversário. Justiça Eleitoral já retirou do ar mais de meio de milhão de conteúdos compartilhados contra a líder política. “O ódio à Manuela D’Ávila é diretamente proporcional ao seu destaque político, ao seu sucesso eleitoral, pois disputa o segundo turno eleitoral na capital gaúcha com grandes chances de vitória”, diz o texto
  • Em nota, a ex-presidenta da República acusa a Globo de distorcer reportagem do ‘Fantástico’ para esconder a política social e a atuação dos governos do PT. “Atribuir, como nas primeiras frases da reportagem, a atual crise por que passa o Brasil a fatos ocorridos em 2015 e 2016 é uma manipulação da história”, critica. “O ‘Fantástico’ omite que fui impedida de governar em 2015”
  • Advogados rechaçam insinuação do jornal sobre esforço para adiar julgamento do habeas corpus pela suspeição de Moro. “Pedimos que seja julgado o mais breve possível diante das preferências legais e regimentos que incidem sobre a ação”, aponta nota de Zanin e Waleska
  • Apostilas de Bolsonaro e Araújo têm conteúdo claramente racista e sexista, fazem acusações ofensivas a adversários do atual governo, como o ex-presidente Lula, a movimentos sociais, como o MST, e a nações soberanas, como a Argentina, numa evidente corrupção do conteúdo didático
  • Em nota, os ex-presidentes Lula, Dilma, Fernando Lugo, Ernesto Samper e Rafael Correa, além do ex-primeiro-ministro da Espanha José Luis Rodríguez Zapatero e dos ex-ministros Fernando Haddad, Celso Amorim e Aloizio Mercadante condenam a ação comandada contra Nicolás Maduro. “Lamentavelmente, o episódio recorda a tentativa, também sem sucesso, da invasão de Cuba na Baía dos Porcos em 1961”
  • Em nota, bancada do partido na Câmara dos Deputados, destaca a aprovação do pacote de ajuda financeira e estados e municípios para enfrentar a pandemia, mas critica dispositivo que congela salários de servidores. Deputados apontam que só com Estado forte, com investimentos e políticas públicas será possível assegurar a defesa da vida do povo brasileiro
  • Em nota, Gleisi e líderes do partido no Congresso reagem à agressão a Lula: “Num momento gravíssimo do país, quando nossos partidos, incluindo o PDT, superam diferenças para construir respostas à crise e saídas verdadeiramente democráticas, Ciro Gomes mais uma vez coloca seu projeto político pessoal acima de tudo”