Posts arquivados em

Prefeitura de São Paulo

  • Segundo o levantamento, Covas estacionou com 48% das intenções de voto, enquanto Boulos subiu cinco pontos percentuais, chegando a 40%. Segundo o diretor de pesquisas do Datafolha, Alessandro Janoni, Boulos avançou sobre eleitores indecisos e os que haviam declarado intenção de votar branco ou nulo
  • Diretório do PT em São Paulo reuniu-se com coordenação de campanha de Guilherme Boulos para formalizar apoio do partido à candidatura do psolista à Prefeitura. Aliança será detalhada em coletiva na tarde desta terça-feira (17), em São Paulo. “Todos os eleitores e eleitoras que votam no PT, todos os eleitores que são de esquerda, todos os eleitores progressistas, todos que querem restabelecer a democracia no Brasil, tem agora o compromisso histórico de votar no companheiro Guilherme Boulos para prefeito de São Paulo”, conclama o ex-presidente Lula
  • “A partir 15h30, vamos mostrar que petista não se curva aos ataques; petista não sucumbe ao que dizem as pesquisas”, convoca a campanha do candidato da estrela à Prefeitura de São Paulo. “Quero pedir para você, que acredita no 13 e em nossas propostas, que mantenha a confiança. No domingo, acorde, pense em qual partido fez mais pelo Brasil e pela nossa cidade. Pense no PT”, convocou Jilmar Tatto
  • Em debate no ‘Estadão’, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo voltou a defender combate à pobreza como o principal foco de sua gestão. “Covas e Russomano são os candidatos dos ricos”, afirmou Jilmar Tatto. “O PT é um partido de chegada. Foi assim quando a Erundina ganhou, quando a Marta ganhou, quando o Haddad ganhou. Portanto, é ir para rua e pedir voto para o 13″, conclamou
  • Candidato à Prefeitura pelo PT assinou nesta semana carta compromisso apresentada pelo Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos. “Muito antes de a campanha começar oficialmente eu tenho alertado para o descaso do Bruno e do Doria com a GCM. É por isso que reitero aqui o que vou fazer já a partir do primeiro dia de gestão: nós vamos ampliar a guarda, oferecer cursos, fazer plano de carreira”, afirmou Jilmar Tatto
  • Candidato do PT na disputa municipal de São Paulo também vai assegurar que pelo menos 50% das compras da Prefeitura sejam feitas de micro, pequenas empresas e cooperativas. “Na nossa gestão, vamos criar alternativas de trabalho e renda, formação e crescimento profissional, bem como estimular pequenas e microempresas locais”, afirma Jilmar Tatto
  • Candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PT assinou, nesta sexta-feira (16), Carta Compromisso com a População em Situação de Rua. O documento abrange medidas para atender pelo menos 24,3 mil moradores em situação de pobreza extrema na capital paulistana. Além do auxílio de R$ 100 por pessoa, Tatto irá implementar medidas para proteger da violência pessoas LGBTQIA+,  mulheres e negros, além de criar 500 mil vagas de trabalho diretas. “É fundamental oferecer serviços de acolhimento adequados, públicos, gratuitos e de qualidade”, afirma o petista
  • Em caminhada no centro de São Paulo ao lado de militantes do partido, na terça-feira (13), candidato petista reforçou compromisso de luta em defesa das mulheres. “Nossa política para as mulheres é transversal. Nós vamos voltar com a Secretaria das Mulheres que eles (Doria e Bruno) extinguiram, e fortalecer as políticas públicas para elas, para que a cidade de São Paulo volte a ser um exemplo”, afirmou Tatto.
  • Candidato do PT à Prefeitura de São Paulo pretende implementar o” São Paulo sem Miséria”, um amplo programa de inclusão social para resgatar mais de 600 mil paulistanos da extrema pobreza e reverter legado de descaso do PSDB. Entre as medidas estão o mapeamento de regiões vulneráveis para distribuição de alimentos, o fortalecimento da agricultura familiar, apoio a empreendimentos da economia solidária e a criação de restaurantes populares e cozinhas comunitárias para populações de baixa renda
  • Em debate da TV Bandeirantes, o candidato petista resgatou as políticas públicas que implementou enquanto secretário nas administrações de Fernando Haddad e Marta Suplicy. E defendeu políticas para a retomada do emprego e investimentos sociais para enfrentar a crise sanitária e econômica. “Tenho muito orgulho do presidente Lula, o que mais fez por este país; de ter o apoio de Fernando Haddad, que renegociou a dívida e deixou dinheiro em caixa, diferente do que diz o Bruno Covas”, afirmou Tatto. “Vamos resgatar o que eles tiraram de São Paulo devolver a cidade ao povo”, defendeu