Posts arquivados em

cloroquina

  • Deputada Natália Bonavides (PT-RN) apresentou pedido por suspeita de crime de responsabilidade dos ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, e da Defesa, Fernando Azevedo. Os dois gastaram quase meio milhão de reais na produção de hidroxicloroquina, um medicamento sem eficácia comprovada no tratamento de pacientes infectados pelo coronavírus. Em maio, técnicos da própria Saúde alertaram o governo sobre o o risco de encalhe da droga nos depósitos do Exército. “Já são mais de 134 mil mortes e grande parte poderia ter sido evitada com uma política que não fosse negacionista e anticiência”, critica a parlamentar petista
  • Reportagem do ‘Estado de S. Paulo’ revela que pasta da Saúde mantém desde julho os mesmos quase 10 milhões de testes “padrão ouro” para diagnóstico de Covid-19 parados por falta de insumos. Enquanto isso, negócios com hidroxicloroquina seguem em alta no ministério, que quintuplicou o envio da droga para unidades do SUS entre março e julho. Diretor de emergências da OMS alerta sobre campanha de desinformação de Bolsonaro
  • Nesta segunda-feira (24), quando o país ultrapassa a marca de 3,6 milhões de infectados pelo coronavírus e 115 mil mortes, presidente participou de evento para promover o uso da hidroxicloroquina como solução milagrosa para tratamento de pacientes infectados. ‘Brasil de Fato’ revela que governo fora desaconselhado pela Anvisa sobre uso da droga. No evento, Bolsonaro não lamentou as mortes e voltou a insultar a imprensa. “O genocida não citou uma ação sequer que justificasse o nome do evento [Vencendo a Covid-19]. Apenas exaltou a cloroquina, ofendeu jornalistas, simulou choro e se auto-elogiou. Um desrespeito à memória das vítimas e à dor das famílias”, critica a deputada federal e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann
  • Desperdício de dinheiro e ilegalidades na fabricação do medicamento pelo Exército precisam ser investigados pelo parlamento, alegam os autores do requerimento de instalação da comissão. ‘Socialista Morena’ denuncia que Fiocruz abriu edital para compra de 3 toneladas do remédio, que não tem eficácia comprovada no tratamento do Covid-19
  • Em 6 de junho, o site do PT Nacional alertou que o governo e Exército investiram R$ 1,5 bilhão para produzir o remédio desautorizado pelas autoridades sanitários. Em 15 de junho, o deputado e líder do PT na Câmara, Rogério Correia (MG) entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR), contra o presidente Jair Bolsonaro, pela prática de improbidade administrativa
  • 1
  • 2