Posts arquivados em

Pandemia

  • “O Brasil lidera há mais de um mês o ranking de mortos por coronavírus” lamentou a deputada federal e presidente do PT, Gleisi Hoffmann. “Nem a Índia, nem México, nem o repique do vírus nos Estados Unidos ameaçaram essa macabra liderança”. Sob gestão interina do general Eduardo Pazuello, pasta falhou na entrega de 46 milhões de testes até setembro: até agora, foram repassados pouco mais de 12 milhões. País bateu 72 mil mortes e 1,8 milhão de casos nesta segunda-feira (13)
  • Dizendo-se contaminado, Bolsonaro e sua omissão tornaram-se um símbolo vivo do caos e da destruição que assolam o país desde o início da crise sanitária. Imperial College de Londres aponta que a taxa de contágio voltou a subir no Brasil. “O Executivo federal deveria correr atrás de insumos, medicamentos, criar novos leitos de UTI e ampliar a testagem”, afirma Paulo Petry, doutor em epidemiologia
  • Enquanto pandemia varre país, imprensa internacional continua repercutindo a péssima atuação do governo brasileiro diante da crise sanitária. “A doença de Bolsonaro é um símbolo poderoso da resposta fracassada de seu governo ao surto”, afirma a agência Reuters. Depois de chamar Bolsonaro de garoto-propaganda da hidroxicloroquina, a ‘Associated Press’ alerta para os perigos do uso da droga, que pode causar efeitos colaterais fatais. País perdeu mais de 69 mil brasileiros e superou 1,7 milhão de casos da doença
  • Legenda entrou com ação na Suprema Corte questionando decisão do presidente da República de suspender uso de máscaras em espaços públicos. Parlamentares e advogados do partido sustentam que Planalto violou preceito fundamental do direito à vida, tendo em vista que país enfrenta a pandemia, mas o Executivo dificulta adoção de medidas de contenção da doença
  • Proposta prevê pagamento de indenização a profissionais que incapacitados e a dependentes, herdeiros ou cônjuge em caso de morte por conta da doença. Iniciativa dos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG) e Fernanda Melchionna (PSol-RS), medida determina o pagamento pela União de compensação de R$ 50 mil aos profissionais e trabalhadores de saúde incapacitados permanentemente após contaminação
  • Em entrevista no Alvorada, presidente voltou a defender uso da hidroxicloroquina, medicamento sem eficácia comprovada no tratamento da doença cujos testes foram suspensos pela OMS. “Agora que Bolsonaro foi testado positivo para a covid-19, como fica a saúde das pessoas que tiveram contato com ele?”, questiona a presidenta do PT Gleisi Hofmann. “Ele é tão irresponsável que ainda recorreu à justiça para ter o direito de não usar a máscara e conseguiu. Também vetou o uso de máscara em locais de aglomeração”, aponta a líder petista. País tem mais de 66 mil óbitos e 1.643.639 casos confirmados
  • Com registro de 1,6 milhão de casos e 65 mil mortos por Covid-19 no país, capitais como o Rio de Janeiro têm novas aglomerações, com milhares de pessoas sem máscara e sem respeitar distanciamento. Liderando marcha da insensatez no país, o presidente negacionista Jair Bolsonaro determinou que presídios e unidades de cumprimento de medidas socioeducativas estão desobrigados do uso de máscara, apesar dos alertas da comunidade científica sobre a letalidade do vírus
  • Ao lado dos EUA, que bateram recorde pela quinta vez com mais de 52 mil novos casos em um dia, país vive descontrole da epidemia. Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou mais 48.105 mil novas infecções e 1.252 óbitos. Em números totais, já são 1.508.991 doentes e 62.304 mortes. Omissão de Trump e Bolsonaro abreviou a vida de 193,2 mil pessoas nos dois países