Elas por Elas

Datafolha: 9 entre 10 consideram que violência contra a mulher aumentou

Pesquisa mostra também que entre os que pretendem comprar armas, 47% acha que feminismo traz prejuízos a sociedade

Reprodução

2.339 mulheres foram assassinadas com arma de fogo em 2016

A maioria da população concorda que a violência contra a mulher aumentou em 2019 (90%). Esse número é ainda mais alto entre as mulheres (93%), segundo dados do Datafolha divulgados pela Folha de S. Paulo, neste domingo (14).

O menor índice foi entre as mulheres mais ricas, com renda superior a 10 salários mínimos (85%).

Outro dado divulgado pelo levantamento é o de que o feminismo é visto de maneira menos positiva na parcela dos homens que pretendem comprar armas através da flexibilização da posse feita por Sergio Moro e Jair Bolsonaro (PSL).

Para as pessoas que pretendem comprar armas, 47% afirmam que o feminismo causa mais prejuízos do que benefícios para a sociedade. Já entre os que não querem ter armas, 52% acredita que existem mais benefícios do que prejuízos.

Só no ano de 2016, metade dos feminicídios foram cometidos com arma de fogo, 2.339 mulheres vítimas, 560 dentro da própria casa, de acordo com o Instituto Sou da Paz. Nos 13 primeiros dias de 2019 foram registrados 67 casos de feminicídio no Brasil.

A pesquisa entrevistou 2.086 brasileiros e brasileiras em 130 municípios de todas as regiões do país, nos dias 2 e 3 de abril.

Da Redação da Secretaria Nacional de Mulheres do PT com informações da Folha de S. Paulo

Tópicos:

LEIA TAMBÉM:

Mais notícias

PT Cast