PT de Alagoas repudia ação truculenta da Polícia Militar do estado

Em nota, o PT e a Juventude petista criticam ação militar registrada no último domingo (31), contra participantes de uma manifestação

O Partido dos Trabalhadores em Alagoas emitiu nota de repúdio, na segunda-feira (1º), contra a ação truculenta da Polícia Militar do estado. De acordo com o texto, a corporação agiu de forma “truculenta e brutal” contra participantes da Marcha da Maconha, último domingo (31).

“Cobramos a devida apuração dos fatos para que todos os servidores públicos envolvidos de modo direto e indireto nestes fatos sejam responsabilizados. Eventos lamentáveis como esse não podem se repetir”, diz a nota.

Leia a nota, na íntegra:
“Nota de Repúdio
O Partido dos Trabalhadores e a Juventude do PT de Alagoas reafirmam seu compromisso histórico com a liberdade de manifestação. Destacamos também que o Supremo Tribunal Federal (STF) já garantiu o direito de manifestantes organizarem a Marcha da Maconha.

Por isso, repudiamos de maneira veemente o episódio de repressão violenta ocorrido no último domingo (31), quando a Polícia Militar do Estado de Alagoas agiu de forma truculenta e brutal contra os participantes da referida Marcha em Maceió.

Na ação agressiva da PM, oito pessoas foram detidas e conduzidas para o Complexo de Delegacias Especializadas (Code), entre elas, dois jovens do Partido dos Trabalhadores (PT), Thatiane Nicácio e Jonas Cavalcante, este durante o exercício legal da advocacia.

 O ocorrido foi um verdadeiro atentado contra a liberdade de expressão e violação dos Direitos Humanos garantidos na democracia brasileira. É necessária a imediata revisão da política de tratamento da PM com a sociedade civil e os movimentos sociais. O cidadão alagoano merece respeito.

PT Alagoas
Juventude do PT de Alagoas”

Da Redação da Agência PT de Notícias

Tópicos:

LEIA TAMBÉM:

Mais notícias

PT Cast