Área PT
Posts arquivados em

Nota de pesar

  • “Foi com o mais profundo sentimento de pesar que recebemos nesta quinta-feira (11), a notícia do falecimento do companheiro Luiz Inácio da Silva Rocha”, afirma nota do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores. “O Partido dos Trabalhadores reconhece o trabalho valoroso de Lula Rocha e relembra sua incansável luta contra o genocídio da população negra e pelos direitos humanos no estado do Espírito Santo e no Brasil”
  • Valim era advogado sindicalista, membro da executiva estadual do PT do Amazonas e tesoureiro da OAB (AM). “Pai, esposo, amigo e companheiro de lutas, Valim já havia perdido seu filho esse início de ano para a Covid e agora infelizmente nos deixou em razão da mesma doença, que tem ceifado tantas vidas em nosso país”, diz a nota da Comissão Executiva Nacional
  • Em nota, PT lamenta a morte do secretário-executivo do Comitê de Solidariedade Internacional em Defesa de Lula e da Democracia no Brasil. “Kjeld Jakobsen foi um embaixador da solidariedade internacionalista”, lamenta a legenda
  • Os ex-presidentes mantinham amizade próxima com o grande jogador de futebol argentino, um dos maiores fenômenos do esporte de todos os tempos, que esteve com os dois líderes nos momentos mais duros. “Foi um gigante do futebol, da Argentina e de todo o mundo, um talento e uma personalidade única”, disse Lula. “Maradona foi um incansável defensor dos pobres, da luta contra a desigualdade na Argentina, no Brasil e em toda a América Latina”, lembrou Dilma
  • Fundador do PT, Cloves Castro faleceu neste domingo (15). Militante comunista desde os anos 50, Cloves foi preso e torturado durante a ditadura militar. Saudamos a memória do militante incansável e expressamos a todos os militantes, em particular aos seus familiares e amigos, os nossos sentimentos pela perda deste petista histórico
  • PT lamenta a morte do advogado José Mentor, ex-deputado federal e um dos fundadores da legenda, que dedicou toda sua atuação à defesa dos trabalhadores e do povo brasileiro. Em nota, partido condena o esforço da mídia em manchar a honra e a memória do ex-parlamentar
  • Paulo Campos assumiu, em 2009, a Embaixada do Brasil na Espanha, onde atuou até 2015, quando foi nomeado embaixador na França. Desempenhou nos dois países um papel fundamental e estratégico, ajudando a construir a imagem de um Brasil que era admirado e respeitado em todo o mundo.
  • Em nota, partido manifesta pesar pelo falecimento do ex-comandante da Escola Superior de Guerra (1988 – 1990), e pai do economista e ex-ministro Aloizio Mercadante