Vice-presidenta do PT mineiro sofre ameaça de agressão em Uberaba

“A sociedade brasileira tem sido vítima do ódio e da incitação à violência praticados por Bolsonaro e seguidores”, reagiu o líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes, ao ataque a Patrícia Melo. Leia a nota

Em nota oficial, Reginaldo Lopes condenou a violência bolsonarista e o ataque a Patrícia Melo

Mais uma vez o ódio se manifesta contra as mulheres, de forma violenta e ameaçadora, como aconteceu nesta quarta-feira (7), em Uberaba (MG). A vice-presidenta do PT mineiro, Patrícia Melo, gravava um vídeo no calçadão da cidade, quando foi ameaçada por um homem que portava uma arma branca. Patrícia é candidata a deputada estadual.

O homem, ao ameaçar Patrícia Melo, gritava “Bolsonaro” enquanto ela gravava um vídeo ao lado de um boneco de madeira de Lula.

LEIA MAIS: Padre Júlio Lancellotti: “Lula não fecha igrejas, Lula abre o coração”

A sociedade brasileira tem sido vítima do ódio e da incitação à violência praticados por Bolsonaro e seguidores. Especialmente as mulheres são alvos dos bolsonaristas que não conseguem e não querem respeitar a democracia e o espaço das mulheres na política.

A vice-presidenta do PT registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Militar de Uberaba, e por se tratar de crime relacionado à intolerância política, a Polícia Federal também será acionada. Da mesma forma, o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais vai acompanhar a apuração da ameaça e exigir as providências legais cabíveis a fim de responsabilizar criminalmente o agressor.

LEIA MAIS: Em favor da democracia, TSE proíbe porte de armas em locais de votação

A Bancada do PT na Câmara dos Deputados manifesta sua total e irrestrita solidariedade à companheira Patrícia Melo, e coloca-se ao lado de todas as mulheres brasileiras, vítimas de agressões violentas, misóginas e sexistas. Os petistas ainda exigem a apuração dos fatos e a responsabilização do agressor, para que outros casos não se repitam e o direito das mulheres sejam plenamente respeitados.

LEIA MAIS: Lula: “Não temos direito de ficarmos quietos diante da destruição do país”

Reginaldo Lopes
Líder da Bancada do PT na Câmara

Brasília, 7 de setembro de 2022.

Tópicos:

LEIA TAMBÉM:

Mais notícias

PT Cast